Home Empresas Americanas tem prejuízo de R$ 4,6 bi nos primeiros 9 meses de 2023

Americanas tem prejuízo de R$ 4,6 bi nos primeiros 9 meses de 2023

A companhia prevê uma recuperação até 2025

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A Americanas (AMER3) divulgou nesta segunda-feira seus resultados para os primeiros nove meses de 2023 após vários atrasos, classificando o ano como “o mais desafiador” de sua história à luz de um grande escândalo contábil.

A Americanas, uma empresa quase centenária que tem como acionistas de referência o trio de bilionários que fundou a 3G Capital, pediu recuperação judicial no ano passado depois de descobrir mais de 20 bilhões de reais em inconsistências contábeis.

A varejista registrou um prejuízo líquido de 4,61 bilhões de reais nos primeiros três trimestres de 2023, informou em documento à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), após um prejuízo revisado de 6,03 bilhões de reais um ano antes.

A Americanas disse que os resultados foram afetados por uma “significativa queda de vendas”, principalmente na plataforma digital, e altas despesas financeiras em meio ao seu processo de recuperação judicial.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi negativo em 1,56 bilhão de reais, contra 1,28 bilhão de reais negativos um ano antes, enquanto a margem bruta melhorou 11,1 pontos percentuais, para 27,7%.

A dívida bruta permaneceu praticamente estável em 38,37 bilhões de reais.

A expectativa é que a varejista informe o resultado do quarto trimestre em março, de acordo com seu site de relações com investidores.

A Americanas divulgou em novembro passado lucros revisados ​​para 2021 e 2022 para refletir o que descreveu como uma “fraude” de ex-administradores, embora as investigações estejam em andamento.

Em dezembro, a companhia obteve a aprovação dos credores para um plano de reestruturação que incluía desinvestimentos, uma troca de dívida por capital e uma injeção de capital de até 12 bilhões de reais pelo trio Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira.

A companhia prevê uma recuperação até 2025.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.