Home Empresas Anac suspende limitação para aumento de voos em Guarulhos

Anac suspende limitação para aumento de voos em Guarulhos

A GRU Airport, que administra Guarulhos, havia chamado a decisão da Anac de "desproporcional" e disse que confiava sem sua "rápida revisão"

por Reuters
0 comentário

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu os efeitos de sua medida cautelar que impedia o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, de ampliar seus voos comerciais acima do limite de 2.714 frequências semanais.

A decisão, publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União (DOU) e divulgada pela agência, se baseou na “demonstração da concessionária do cumprimento das exigências dispostas pela cautelar com melhorias para o funcionamento do terminal”, segundo a Anac.

No início deste mês, a GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto de Guarulhos, havia chamado a decisão cautelar de “desproporcional” e disse que confiava na “rápida revisão” da medida.

Segurança em Guarulhos

A limitação pela agência ocorreu após a Anac realizar inspeções no aeroporto e identificar problemas que poderiam comprometer a segurança das operações.

Segundo a Anac, a maior preocupação estava relacionada à segurança nos pátios das aeronaves, especialmente durante as operações noturnas e em dias de chuva.

Nesta sexta-feira, a agência informou que, entre as melhorias já cumpridas e em andamento pela GRU Airport, estão reparos no sistema de pátio e taxiamento, aprimoramento da sinalização horizontal e reparos nos pavimentos.

“Outras ações planejadas são o aumento na quantidade de fiscais de pátio no aeroporto, aquisição de veículos e equipamentos de sinalização, novas luminárias LED para o balizamento e treinamento adicional para condutores e pessoal de solo”, acrescentou em comunicado.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.