Análise Gráfica – Estratégias para operações de Swing TradeA Análise Gráfica, também conhecida como análise técnica, consiste no estudo dos preços e dos volumes negociados por uma dada ação. Todas as informações pertinentes para o estudo das ações estão representadas nos gráficos, na medida em que estes traduzem o comportamento de todos os agentes presentes no mercado, sejam os fundamentalistas, os insiders (que possuem informações privilegiadas), os grafistas e mesmo os amadores, que compram e vendem sem critérios fundamentados.

O artigo de hoje trata de estratégias para operações de Swing Trade. Operações de Swing Trade são operações de curto a médio prazo (em média de 2 a 5 dias) que utilizam gráficos diários e intraday.

Estratégias
Importante acompanhar as figuras, com os suportes e as resistências, além das linhas de tendência (lts). Para isso, é importante ter uma tela limpa para não ter distorção e sempre em escala log.

Indicadores:

  • IFR (Índice de Força Relativa) – Calibragem recomendada: 14 períodos. Importante para identificar níveis de sobrecompra e sobrevenda, e principalmente as divergências. Se quer conhecer melhor o IFR, leia o artigo “Indicadores MACD e IFR”.;
  • Bandas de Bollinger – Calibragem recomendada: desvio de 2 e 13 períodos. Importante para acompanhar as fugas. Vale a pena treinar com o passado recente do ativo PETR4, em que as fugas da banda inferior identificaram ótimos momentos de compra. Se quer conhecer melhor Bandas de Bollinger, leia o artigo “Bandas de Bollinger e Movimento Direcional”;
  • Médias móveis – Curto prazo (tendência terciária): calibragem recomendada de 13 períodos. Ótimo como stop para operações de swing trade. Médio prazo (tendência secundária): calibragem recomendada de 60 períodos. E longo prazo (tendência primária): calibragem recomendada de 200 períodos. Se quer conhecer melhor as médias móveis, leia o artigo “Médias Móveis”.

Principais Candlestick de reversão:

  • Martelo e suas variações (martelo invertido, enforcado e estrela cadente);
  • Doji e suas variações.

Também é importante acompanhar o preenchimento de gap, como o ocorrido com o ativo BNCA3. Veja também BVMF3, que está prestes a preencher um gap significativo.

Em nosso próximo artigo seguiremos na apresentação da teoria da Análise Gráfica (Análise Técnica), com maiores explicações sobre as estratégias e uso de exemplos práticos.

Crédito da foto para stock.xchng.

Leandro Martins
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários