Análise Gráfica - Linhas de Tendência (5)A Análise Gráfica, também conhecida como análise técnica[bb], consiste no estudo dos preços e dos volumes negociados por uma dada ação. Todas as informações pertinentes para o estudo das ações estão representadas nos gráficos, na medida em que este traduz o comportamento de todos os agentes presentes no mercado, sejam eles os fundamentalistas, os insiders (que possuem informações privilegiadas), os grafistas ou mesmo os amadores – que compram e vendem sem critérios fundamentados. O artigo de hoje trata das linhas de tendência.

O mercado acionário não se move de uma forma linear por um período prolongado, e sim é composto de “topos” e “fundos” que, pela sua direção, compõem uma tendência. A união dos topos ou dos fundos forma a linha de tendência.

A linha de tendência mensura a velocidade de uma tendência, o chamado “zig-zag”. Com isso ela é uma das mais importantes ferramentas para acompanhar o movimento dos preços e as expectativas do mercado. Em uma tendência de alta, constituida por topos e fundos ascendentes, a linha de tendência de alta (conhecida como LTA) é constituída pela união dos fundos.

Linhas de tendência - Análise Gráfica

Em uma tendência de baixa, constituida por topos e fundos descendentes, a linha de tendência de baixa (conhecida como LTB) é constituída pela união dos topos.

Linhas de tendência - Análise Gráfica

Verificamos que no gráfico abaixo, do Banco do Brasil, a ação ficou por aproximadamente 10 anos em tendência de baixa (de 1993 a 2002) e o rompimento da LTB foi importante para identificar o momento que se deu a interrupção da baixa nos preços. Quem comprou essas ações em 1993 demorou mais de 10 anos para reaver o mesmo valor nominal, sem contar com a depreciação monetária causada pela inflação.

Tivesse o investidor[bb] identificado que a ação respeitava uma LTB, ele aguardaria o seu rompimento para adquirir tais ações. Posteriormente, a presença de uma LTA identificou a consistência e duradoura tendência de alta que ocorreu a partir de 2003 – que continuou até 2008. Os investidores posicionados nessa ação a partir de 2003 tiveram seus lucros assegurados enquanto o movimento do preço da ação respeitou essa LTA.

Linhas de tendência - Análise Gráfica

No exemplo abaixo, apresentamos o gráfico do Ibovespa, que apresentou forte alta de 2003 a 2008 e sinalizou bons pontos de compras quando o candlestick efetuou reversão na LTA. Com isso, observamos que a LTA foi respeitada por todo esse período com tendência de alta.

Linhas de tendência - Análise Gráfica

Em nosso próximo artigo seguiremos na introdução dos conceitos fundamentais da Análise Gráfica e apresentaremos os canais.

——
Leandro Martins é economista com MBA em finanças pela USP e FIPE e com mestrado em economia na Universidade de Grenoble (França). Profissional de Investimento certificado com o CNPI registrado pela CVM, fundador do site www.seuconsultorfinanceiro.com.br e autor do livro “Aprenda a Investir – Saiba Onde e Como Aplicar Seu Dinheiro” (Editora Atlas).

Crédito da foto para stock.xchng.

Leandro Martins
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários