Home Economia e Política Apagão provocou queda de quase 5% nas vendas no varejo, diz Cielo

Apagão provocou queda de quase 5% nas vendas no varejo, diz Cielo

A análise da Cielo considerou o intervalo entre 8h30 e 15h, período afetado pela falta de energia, e comparou com o mesmo horário de 16 de agosto de 2022, também uma terça-feira

por Reuters
3 min leitura

O apagão que atingiu 25 Estados do país em 15 de agosto teve um efeito negativo no varejo, reduzindo 4,8% do faturamento do setor, segundo dados da empresa de meios de pagamento Cielo (CIEL3), divulgados nesta terça-feira.

Um desequilíbrio na rede elétrica, cujas causas ainda estão sendo investigadas, prejudicou o suprimento de energia em quase todo o país, com cerca de 19 mil MW interrompidos – equivalente a um quarto dos 73 mil MW de carga registrada no momento da ocorrência.

A falha da distribuição de energia atingiu todos os Estados, com exceção de Roraima. A análise da Cielo considerou o intervalo entre 8h30 e 15h, período afetado pela falta de energia, e comparou com o mesmo horário de 16 de agosto de 2022, também uma terça-feira. Ao considerar todo o dia 15, a queda observada foi de 1,9%, afirmou a Cielo.

A regiões mais afetadas pelo apagão no intervalo observado foram as que apresentaram maior redução na atividade econômica. No Pará, por exemplo, o varejo encolheu 45,3%; no Maranhão, 40,8%. Na Bahia e no Ceará, as quedas nas vendas foram de 29,5% e 29,3%, respectivamente, segundo a empresa de meios de pagamento. Levando-se em conta todo o dia 15, o setor sofreu baixa de 47,8% no Pará, 21,1% no Ceará, 12,9% no Maranhão e 10,6% na Bahia.

Em São Paulo a queda das vendas foi de 2,8% entre os horários analisados e 1,9% ao longo do dia. Já no Rio de Janeiro, houve queda de 0,5% no período de falta de energia, e 0,6% durante o dia, afirmou a Cielo.

“A diferença de performance entre os Estados está diretamente associada ao tempo sem abastecimento de energia. Por isso, vemos os comércios de unidades da federação do Norte e Nordeste com resultados mais negativos, enquanto as vendas em Estados do Sul e Sudeste, por exemplo, sofreram menos o impacto do apagão”, disse Carlos Alves, vice-presidente de produtos e tecnologia da Cielo, em comunicado à imprensa.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.