Home Colunistas As inovações [r]evolucionárias do setor financeiro no phygital

As inovações [r]evolucionárias do setor financeiro no phygital

As fintechs utilizam a tecnologia para oferecer vastas opções de serviços, de pagamentos e soluções de investimentos.

por Tiago Aguiar
0 comentário

O avanço da tecnologia digital abre portas e impulsiona mudanças significativas, que vêm sendo experimentadas pelo setor financeiro nas últimas décadas. Novos modelos de negócio, produtos e serviços têm sido introduzidos e implementados pela inovação tornando-os mais eficientes, provocando, desta forma, uma remodelação que coloca o universo phygital no mercado brasileiro.

No Brasil, as fintechs ilustram bem um dos principais impactos desse tipo de inovação. Elas utilizam a tecnologia para oferecer vastas opções de serviços, de pagamentos e soluções de investimentos. É assim que essas empresas têm desafiado o status quo, proporcionando uma concorrência saudável enquanto incentivam a busca por eficiência e conveniência.

O Open Finance, outro exemplo, é uma mudança significativa na lógica da interação entre bancos e clientes. Ele promove a interoperabilidade e possibilita uma gama de serviços financeiros personalizados por meio do compartilhamento seguro de dados entre instituições financeiras, o que proporciona ao consumidor uma experiência mais integrada, além de maior controle sobre suas informações.

Esses e outros casos acontecem como resposta à transformação digital, que está impactando todos os setores e precisa ser acompanhada pelo financeiro.

Atendimento personalizado

Prever com precisão os passos seguintes do mercado financeiro é desafiador devido à natureza dinâmica e imprevisível destes mercados. Mas, em 2018, um estudo da consultoria KPMG ouviu 30 líderes globais do setor sobre o futuro dos serviços financeiros com esse intuito.

A avaliação concluiu que seria preciso personalizar o atendimento e reforçar o uso da tecnologia para o mercado financeiro. Ou seja, até 2030, o serviço financeiro seria muito mais conectado e exigiria a interconexão e colaboração entre setores e serviços.

O estudo antecipou que, num momento em que dados e informações seriam moeda de troca, a transformação digital permitiria que os bancos estivessem aptos a propor soluções diferenciadas para cada perfil de cliente. Dada a importância de suas informações para as empresas, as soluções exigiriam benefícios em troca do compartilhamento de dados. Isso gera a necessidade de uma relação de confiança entre o consumidor, a instituição financeira e a oferta de um serviço que atenda às suas expectativas.

Blockchain

Nesse sentido, o blockchain, que funciona por meio de contratos inteligentes, passaria por uma evolução, se tornando uma ferramenta sólida. Estamos em 2024, e é exatamente isso que estamos testemunhando.

Com base nas atuais trajetórias e inovações é possível predizer algumas tendências e cenários potenciais do mercado financeiro até 2030. Isso inclui o avanço da digitalização do setor, e a implementação de moedas digitais emitidas pelos bancos centrais, as CBDCs, que, certamente, podem e vão influenciar a dinâmica das transações financeiras e pagamentos.

Falamos da transformação de instituições tradicionalmente físicas em ambientes, processos, produtos e serviços digitais. Os próprios caixas eletrônicos são um exemplo prático perfeito do conceito físico-digital: são pontos físicos de serviços multifuncionais que permitem a realização de transações digitais, sendo possível até mesmo realizar o saque de Criptomoedas em reais.

Tecnologia phygital biométrica com sistema de digitalização de impressão digital em remix digital de tela virtual
Tecnologia phygital biométrica com sistema de digitalização de impressão digital em remix digital de tela virtual (Imagem: Freepik/ rawpixel.com)

Conveniência do phygital

Essa é a integração perfeita entre os dois universos convergindo para um terceiro: o phygital, bem diante dos nossos olhos e servindo conveniência à população. As empresas já entenderam há um tempo a relevância dessa [r]evolução tecnológica para melhorar a experiência do usuário e muitas têm trabalhado nesse aprimoramento, mesmo as mais tradicionais.

É inegável que nós estamos cada dia mais vivendo a integração do físico e do digital em diversas áreas da vida e a financeira é mais uma delas. O phygital é uma realidade sendo construída e nós fazemos parte dessa transformação, que é um novo momento da história.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.