Os principais problemas de comprar o imóvel na planta são a demora na entrega e, em caso mais extremo, a quebra (falência) da construtora. Passar por estas situações não é nada agradável e serve como um “balde de água fria” nos sonhos de quem pretende adquirir sua casa própria. Por outro lado, um imóvel em construção valoriza pelo menos 30% depois que é entregue, além de permitir que customizações e mudanças na construção sejam feitas a partir das observações de seus proprietários. Nosso consultor e editor de Economia, Ricardo Pereira, comenta essas e outras dicas sobre a compra de imóveis na fase de construção em entrevista à jornalista Anne Dias, responsável pela seção de Economia do UOL. Confira:

Atenção então pessoal. Sempre que forem realizar uma negociação, dediquem muito tempo aos detalhes da transação, ao contrato e à pesquisa dos antecedentes das empresas envolvidas. Trata-se de um momento em que a emoção fala muito alto, mas é preciso abrir espaço para que a razão cerque-se de todos os cuidados a fim de garantir emoção, felicidade e muitos momentos felizes sempre. Parabéns Ricardo, a entrevista ficou ótima. Quem quiser saber um pouco mais sobre a carreira do Ricardo, acesse seu perfil clicando aqui.

Crédito da foto para stock.xchng.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários