Home Economia e Política Atividade econômica da Argentina registra queda de 1,7% em abril

Atividade econômica da Argentina registra queda de 1,7% em abril

A indústria manufatureira, por sua vez, teve uma queda de 15,7%, de acordo com os dados

por Reuters
3 min leitura

A atividade econômica da Argentina contraiu 1,7% em abril em relação ao ano anterior, informou a agência oficial de estatísticas do país nesta sexta-feira, uma ligeira melhora em relação às quedas mais acentuadas nos meses anteriores.

O resultado de abril foi o sexto mês consecutivo em que o país registrou um resultado negativo em relação ao ano anterior, marcando a desaceleração desde que o presidente libertário Javier Milei implementou medidas rigorosas de austeridade após assumir o cargo em dezembro.

A atividade econômica de abril da Argentina caiu menos do que a baixa de 4% esperada por analistas consultados pela Reuters, em comparação com quedas de 2,7% e 8,3% em fevereiro e março, respectivamente.

Oito setores registraram quedas na comparação anual de abril, segundo dados da agência de estatísticas Indec.

A economia do país foi particularmente combalida no setor de construção, que registrou uma queda de 24,8% em comparação com o mesmo mês de 2023.

A indústria manufatureira, por sua vez, teve uma queda de 15,7%, de acordo com os dados.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.