Automatize seu plano de investimentosMuitas vezes, na correria do dia-a-dia acabamos não realizando as tarefas realmente importantes para o nosso próprio bem-estar. Por exemplo, com o salário caindo na nossa conta bancária pagamos nossas despesas mensais de habitação, carnês, boletos, faturas, fazemos as compras de mercado, quitamos os impostos e taxas, guardamos um dinheiro para diversão, mas… e o dinheiro reservado para a independência financeira?

Acabamos, muitas vezes, deixando isso em segundo plano, mas tão em segundo plano que nos esquecemos de aportar dinheiro para nossos investimentos[bb]. E o preço desse esquecimento pode ser caro demais, a ponto de custar a própria independência financeira, ou pelo menos o adiamento dela. E como você não está a fim de retardar sua aposentadoria, é preciso encontrar ferramentas para suprir essas lacunas que freqüentemente podem nos ocorrer.

É aqui que entra a tática de automatizar seu plano de investimentos. Ela consiste simplesmente em programar que seu banco, periodicamente – a cada mês, por exemplo – transfira uma certa quantia em dinheiro de sua conta-corrente para a sua conta de investimentos, de forma automática, sem essa “coisa” que às vezes falha, que é a intervenção de sua vontade. A maioria dos bancos conta com essa funcionalidade em seus sites (home banking), basta descobri-la e passar a utilizá-la.

Essas contas de investimento que são administradas no “piloto automático” são o exemplo daquilo que Ramit Sethi, autor do blog I will teach you to be rich, chama de barreiras passivas (“passive barriers“). As barreiras passivas são fatores sutis que impedem você de mudar seu comportamento. Tais barreiras descrevem a ausência de alguma coisa e são eficazes na medida em que estabelecem uma nova rotina em sua vida, destinada a melhorar sua conduta.

O que é mais fácil de usar: o dinheiro que está “paradão” na conta-corrente ou o dinheiro devidamente alocado num plano de investimentos? Se você tiver R$ 500 na conta-corrente, estará “dando sopa para o azar” e a probabilidade dele ser consumido é alta. Agora, se esses mesmos R$ 500 estiverem já incorporados no saldo de seu fundo de ações – para financiar a aposentadoria – ou fundo referenciado DI – para financiar a compra de seu carro – a probabilidade dele ser utilizado é menor.

Automatize seus planos de investimento o tanto quanto possível. Assim você dificulta o acesso ao dinheiro, tornando muito mais controlável o cumprimento de seus objetivos de médio e longo prazos. Além de funcionar como um escudo contra a vontade de não realizar investimentos, a configuração de transações automáticas para os seus planos de investimentos permite também um ganho considerável de tempo, evitando que você tenha que ir até uma agência bancária, ou mesmo gastando preciosos minutos de seu tempo no home banking fazendo aquilo que o computador pode fazer por você.

Trata-se de uma medida simples, funcional e que lhe proporciona a tranquilidade necessária de que seu patrimônio[bb] está sendo gradualmente construído. De forma automática.

Crédito da foto para stock.xchng.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários