Home Economia e Política Autoridade do Fed vê crescimento mais lento e queda nas pressões inflacionárias

Autoridade do Fed vê crescimento mais lento e queda nas pressões inflacionárias

Bostic disse que os comentários de contatos empresariais locais "apontam para uma desinflação contínua e uma desaceleração da atividade econômica

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/REUTERS/Clodagh Kilcoyne)

O presidente do Federal Reserve de Atlanta, Raphael Bostic, disse nesta quarta-feira esperar que o crescimento dos Estados Unidos desacelere e que a inflação continue a diminuir na esteira de uma política monetária restritiva.

“Os estudos, os dados, os resultados das pesquisas e comentários dos contatos empresariais me dizem que a política monetária mais restritiva e condições financeiras mais apertadas em geral estão afetando fortemente a atividade econômica”, escreveu Bostic em um artigo publicado pelo banco que preside.

“Ao mesmo tempo, não creio que tenhamos visto todos os efeitos da política restritiva, outra razão pela qual penso que veremos um maior arrefecimento da atividade econômica e da inflação.”

Bostic disse que os comentários de contatos empresariais locais “apontam para uma desinflação contínua e uma desaceleração da atividade econômica”. Ele acrescentou que há “boas notícias” adicionais: a economia está arrefecendo, mas não tão rapidamente a ponto de sinalizar uma recessão.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.