É curioso perceber que ainda há pessoas temendo o confisco da poupança. Nós não acreditamos no confisco, apesar da nossa economia estar desacelerando e da crise política em que nos encontramos, não existem motivos para medidas extremas como essa.

Dessa forma, o que nos que preocupa em relação a poupança não é a possibilidade de confisco, mas sim o quanto ela rende. A poupança rende pouco. Atualmente, seu rendimento está abaixo da inflação. Ou seja, quando você investe na poupança, o rendimento que obtém não é capaz de manter nem mesmo o poder de compra do seu dinheiro.

Recentemente a Sandra Blanco, consultora de investimentos da Órama, gravou um vídeo especial falando sobre o tema (veja aqui).

Caderneta de poupança, perdendo espaço para inflação

O que as pessoas que continuam investindo na poupança não sabem, é que existem investimentos com benefícios equivalentes ao da caderneta, mas que rendem mais. Um exemplo são os fundos referenciados DI que cobram taxas de administração abaixo de 1% ao ano, um bom exemplo disso é o Órama DI Tesouro Master (Clique e saiba mais). O fundo é superconservador e tem liquidez diária, o que o torna uma excelente alternativa quando comparado com a poupança.

Investir com responsabilidade e conhecimento de causa é importante para quem deseja um futuro mais rico e feliz. Na maior parte das vezes, enriquecer é consequência de boas decisões tomadas ao longo da vida. Uma boa escolha agora, pode representar o primeiro passo rumo ao sucesso.

Na Órama, o investidor ainda encontra ferramentas de simulação de investimentos e a abertura e manutenção de conta são gratuitas! Além disso ainda é extremamente fácil investir e movimentar! Até a próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Órama, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto: Business diagram, Shutterstock.

Parceiro de Conteúdo
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários