Home Economia e Política Banco da Inglaterra se aproxima do primeiro corte na taxa de juros desde 2020

Banco da Inglaterra se aproxima do primeiro corte na taxa de juros desde 2020

O comitê já manteve os juros em seis reuniões consecutivas, mas deu a entender que um primeiro corte desde março de 2020

por Reuters
0 comentário

O Banco da Inglaterra deu mais um passo em direção à redução da taxa de juros já que uma segunda autoridade defendeu uma redução e o presidente Andrew Bailey disse estar “otimista de que as coisas estão indo na direção certa”.

O banco central britânico informou nesta quinta-feira que seu Comitê de Política Monetária votou por 7 a 2 para manter os juros em 5,25%, o nível mais alto em 16 anos, depois que o vice-presidente Dave Ramsden juntou-se a Swati Dhingra para votar por um corte para 5%.

Economistas consultados pela Reuters esperavam, em sua maioria, outra divisão de 8 a 1 para manter a taxa de juros.

O comitê já manteve os juros em seis reuniões consecutivas, mas deu a entender que um primeiro corte desde março de 2020, no início da pandemia da Covid-19, poderia ocorrer já na próxima reunião em junho, um possível impulso para o primeiro-ministro Rishi Sunak.

Ele disse aos eleitores que a economia está dando uma guinada, mas está lutando para reduzir a grande vantagem nas pesquisas de opinião do Partido Trabalhista, da oposição, antes da eleição neste ano.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.