Este senhor de 74 anos tem uma agenda cotidiana. De segunda a sexta, vai de metrô ao escritório, no centro de São Paulo, onde cumpre expediente das 10h às 14h. É uma rotina talvez parecida com a sua. Com a diferença de que ele tem R$ 1 bilhão na conta.

No escritório, faz cálculos para descobrir se as ações em que investe negociam a preços atrativos, que despertem compras adicionais. Ele não está interessado em vender. Seu estilo de vida em nada lembra o de um afortunado aplicando em ações. Luiz Barsi detém um dos CPFs mais antigos da Bovespa, e uma fortuna em Bolsa de mais de R$ 1 bilhão.

Barsi tornou-se a grande referência do investidor pessoa física no Brasil. Mas ele não está sozinho nesta empreitada, tampouco é um exemplo inalcançável.

Os investidores que seguiram seus princípios estão, neste exato momento, acumulando centenas, milhares ou mesmo milhões de reais. São indivíduos que desvendaram o segredo de Barsi para benefício próprio, mas nenhum deles tenta escondê-lo dos demais.

Aliás, o esforço de ocultar seria tolo e desnecessário. A natureza do mercado dá conta de divulgar publicamente as informações. Só que apenas as cabeças mais disciplinadas conseguem captar e utilizar essas informações de forma lucrativa.

Dentre os 560 mil CPFs individuais na Bovespa, são pouquíssimos os que se provam capazes de desfrutar deste benefício. Não por questão de herança, nem capacidade técnica. Qualquer pessoa com um mínimo de economias para investir poderia replicar perfeitamente esta estratégia. Três mil reais bastariam para começar.

Da mesma forma, qualquer indivíduo conhecedor de matemática fundamental se faz habilitado. Operações básicas de dividir e multiplicar são suficientes. No entanto, poucos abraçam este enorme benefício financeiro, por não conseguirem respeitar 2 dicas simples.

Além destas duas dicas, é necessário saber onde aplicá-las, e sobre estas duas coisas, queremos ter uma conversa com mais detalhes e num outro local, pois precisamos de mais espaço (e um pouco de seu tempo) para explicar tudo em detalhes. Você não vai se arrepender.

Clique aqui para conhecer o “segredo” de Barsi e saber como aplicá-lo em detalhes. Você também pode usar a mesma estratégia para multiplicar o seu patrimônio. Até já…

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.