Home Economia e Política BC: Se Fed não cortar juros, não significa que faremos o mesmo

BC: Se Fed não cortar juros, não significa que faremos o mesmo

Picchetti participa nesta segunda-feira do webinar “Desafios de Política Monetária”, promovido pela FGV/EESP

por Reuters
0 comentário

O diretor de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos do Banco Central, Paulo Picchetti, reforçou nesta segunda-feira que não há relação uma mecânica entre as políticas monetárias dos Estados Unidos e do Brasil.

“No curto prazo, não quer dizer que (se) o Fed está deixando de baixar juros, a gente vai deixar de baixar juros aqui”, comentou Picchetti, durante evento pela internet. “Nem o contrário”, acrescentou.

O diretor pontuou que no longo prazo há uma “relação de equilíbrio” entre as atuações dos BCs.

Em suas comunicações oficiais e nas falas do presidente do BC, Roberto Campos Neto, a autoridade monetária já vem registrando que a relação entre os juros dos EUA e do Brasil não é mecânica.

A indicação é de que os diretores estarão atentos aos mecanismos de transmissão do cenário externo para a conjuntura brasileira.

Picchetti participa nesta segunda-feira do webinar “Desafios de Política Monetária”, promovido pela FGV/EESP.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.