Olá, eu sou o Conrado Navarro, fundador do site Dinheirama.com, empreendedor em série e investidor anjo.

Muitos leitores, amigos e pessoas próximas perguntaram minha opinião sobre o principal assunto do momento: o feito impressionante da Bettina Rudolph, que teria se tornado milionária em 3 anos, partindo de R$ 1,5 mil.

Mais de uma década vivendo o dia a dia da educação financeira

Em 2019, o Dinheirama completa 12 anos. Ao longo de mais de uma década trabalhando intensamente, conhecendo pessoas incríveis (outras nem tanto), tive a alegria de presenciar algumas alcançarem enorme sucesso.

Essas pessoas não eram necessariamente visionárias, não eram mais inteligentes e muito menos inventaram meios mirabolantes para enriquecer. Elas tampouco trapacearam, e isso é importante ressaltar.

Ao olhar de perto cada uma dessas pessoas que alcançaram a independência financeira ou mesmo ficaram milionárias, a característica que praticamente todas compartilhavam era a disposição de trabalhar muito e de forma inteligente, sempre tendo como princípio a liberdade que o conhecimento oferece (principalmente aquele originado pela boa educação financeira).

O básico para começar a transformar sua vida

Estou falando de gente que começou do básico, ajustou o orçamento para gastar menos do que ganhava e fez questão de se manter interessado em aprender para investir mais e melhor.

Ano após ano agindo assim, aprimorando seu planejamento e ficando bons em executar suas estratégias (e pagar o preço por suas escolhas), estas pessoas se tornaram mais capazes, ganharam ainda mais dinheiro e continuaram a fazer a roda da prosperidade girar – mas sem perder a essência.

Não conheço a Bettina, e isso não interessa. Desejo que ela possa viver a própria vida, sem se tornar apenas um “rosto bonito” ou uma “história convincente” a serviço do marketing. Se ela é uma atriz, modelo ou algo parecido, então estamos diante de um personagem. Neste caso, apenas mais uma propaganda exagerada e ela fez seu trabalho.

O sucesso só chega com suor, entrega e superação

Quem me conhece mais de perto sabe que uma das minhas paixões são as corridas de longa distância. Durante a preparação para as provas, percebi que não existe vitória pessoal sem muito suor, sem entrega e sem superação. O mesmo vale para o primeiro milhão; para o segundo, terceiro e por aí vai.

Portanto, diante desta polêmica, sugiro que você melhore cada vez mais o seu “filtro”, ou seja, que seja cada vez mais interessado pela própria vida, suas prioridades e seu bolso.

Desconfie de quem tenta te mostrar um atalho simplista e feliz como em um comercial de margarina. Mesmo que aquela seja uma realidade possível, a ideia é conquistá-la, não simplesmente vivê-la a qualquer custo.

Um vídeo sobre o tema

Esse texto que você acabou de ler foi reproduzido inicialmente em minhas redes sociais. Devido a enorme repercussão acabei indo um pouco mais afundo no tema e também gravei um vídeo, que compartilho logo abaixo.

Aproveite a oportunidade e assine o nosso canal do Youtube (assine é grátis), toda semana vídeos novos com o melhor conteúdo de finanças pessoais.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários