Bill Gates é novamente o mais rico do mundoBill Gates, cofundador da Microsoft, retomou o posto de homem mais rico do mundo. Longe do topo da lista de bilionários da agência Bloomberg desde 2007, o norte-americano teve fortuna estimada em US$ 72,7 bilhões na tarde da última quinta-feira (16).

Essa atualização no ranking fez com que Gates, de 57 anos, ultrapassasse o mexicano Carlos Slim, de 73 anos, que tem patrimônio estimado em US$ 72,1 bilhões. Segundo a Bloomberg, a fortuna de Gates já cresceu cerca de US$ 10 bilhões neste ano, impactada pela alta das ações da Microsoft.

O “duelo” entre os dois bilionários é antigo. Gates foi o campeão de permanência no topo por 14 anos consecutivos até 2007, quando o empresário mexicano tomou conta do primeiro lugar da lista. Agora, com a valorização das ações da maior fabricante de software do mundo em 28%, o norte-americano tem vantagem de 550 milhões de dólares.

O motivo da troca de posições também pode ser atrelado à redução de patrimônio de Slim. O mexicano viu sua fortuna diminuir em US$ 2 bilhões após o congresso mexicano aprovar uma lei que deve atenuar o domínio do bilionário sobre o mercado de telecomunicações no país.

Brasileiros entre os bilionários

O Índice de Bilionários da Bloomberg é atualizado diariamente e conta com a presença de dois brasileiros entre os 100 mais ricos. Com dados atualizados até 21 de maio, Jorge Paulo Lemann, investidor controlador da Anheuser-Busch InBev, está na 33ª colocação, com fortuna estimada em US$ 20,9 bilhões.

O banqueiro Joseph Safra, outro brasileiro da lista, está na 86ª posição com patrimônio de US$ 12 bilhões. Para quem esperava a presença de Eike Batista entre os brasileiros, recomendamos a leitura de O “inferno astral” de Eike Batista e sua queda no ranking dos mais ricos.

Fontes: G1 | EXAME. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários