Home Esportes Blatter, ex-chefe da Fifa, critica Copa do Mundo em 6 países de 3 continentes

Blatter, ex-chefe da Fifa, critica Copa do Mundo em 6 países de 3 continentes

"É um absurdo destruir o torneio desta forma", disse Blatter ao jornal suíço SonntagsBlick

por André Torres
0 comentário
(Imagem: Reprodução/X´s/@SeppBlatter)

 O ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, criticou a decisão da entidade máxima do futebol mundial de realizar a Copa do Mundo em seis países de três continentes.

Marrocos, Espanha e Portugal foram nomeados anfitriões do torneio de 2030, enquanto Uruguai, Argentina e Paraguai também sediarão os jogos de abertura para marcar o centenário do torneio, disse a Fifa num anúncio surpresa na quarta-feira.

A decisão foi criticada por Joseph Blatter, que foi presidente da Fifa de 1998 a 2015, antes de ser forçado a sair após uma investigação de corrupção.

“É um absurdo destruir o torneio desta forma”, disse Blatter ao jornal suíço SonntagsBlick.

“A Copa do Mundo deve ser um evento compacto”, disse ele, acrescentando que isso é importante para a identidade do evento, para a organização e para os visitantes.

Blatter, que já foi uma das figuras mais poderosas do futebol, já havia criticado a Fifa por ter concedido o torneio de 2022 ao Catar, dizendo que o país do Oriente Médio era muito pequeno.

O ex-dirigente de 87 anos declarou que o torneio de 2030 deveria acontecer na América do Sul, marcando o 100º aniversário do primeiro evento organizado e vencido pelo Uruguai.

“Por razões históricas, a Copa do Mundo de 2030 deveria pertencer exclusivamente à América do Sul”, disse ele ao jornal.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.