Willian escreve: “Gostaria que falasse um pouco sobre títulos de capitalização, no meu caso no Itaú, conhecido como PIC. Confesso que comecei um pouco no ‘escuro’, apenas para agradar a gerente e aproveitar pra economizar algum todo mês. Queria saber as vantagens e desvantagens deste tipo de aplicação”.

Oi Willian, obrigado pela visita e espero que esteja sempre por aqui. Na minha opinião, você cometeu dois erros: o primeiro foi ter aplicado seu dinheiro ‘no escuro’, ou seja, sem conhecer bem o que realmente é um título de capitalização e como ele funciona. O segundo deslize foi ter concordado e aplicado ‘apenas para agradar a gerente’. Sabe qual a razão dela oferecer o PIC com tanto afinco e atenção? É um produto que confere pontos à sua meta no banco e portanto a ajuda a ganhar mais dinheiro no final do mês. Dinheiro pra você? Infelizmente tenho más notícias.

O título de capitalização não pode ser considerado um investimento, mas sim um produto para quem gosta e acredita na sorte dos sorteios. Ele é mais um jogo que uma aplicação de verdade. A história de que você receberá todo seu dinheiro no final é balela. Você vai receber, reajustado, apenas o montante chamado de reserva matemática, ou no seu caso, Provisão de Capitalização. Como assim? Você deposita R$ 100,00 nos três primeiros meses, ou seja, R$ 300,00 e deste valor apenas R$ 30,00 entraram na provisão. Os outros R$ 270,00 são do banco. Parece justo pra você? E os bancos não param por ai.


No quarto mês, apenas 30% do depósito vai para a reserva usada para devolução. Os 70% restantes ‘voaram’. Então a partir do quinto mês, passa a compor a reserva 91,41% do seu depósito. Ainda assim, 8,59% do que você aplica está indo para o ‘ralo’. De novo, se você acredita que tem chances de ser sorteado, ou seja, acredita no jogo, meus argumentos podem ser esquecidos. Você já ganhou algo em algum produto deste tipo? Eu não. Estes exemplos foram dados usando valores verdadeiros, do PIC de um grande banco, que você pode ver aqui. Procure pela tabela chamada Provisão de Capitalização. Esta tabela varia de banco pra banco.

Ah, se você resgatar antes dos 60 meses, recebe uma parcela muito pequena se comparada aos aportes que você fez. No mesmo link acima, procure pela tabela de resgate antecipado e prepare-se para o choque. A correção aplicada ao montante da reserva é a TR, também usada na Caderneta de Poupança. Nem preciso dizer que depositar o valor dos aportes na poupança vai render muito mais, dados os mesmos 60 meses, certo? Não tem sorteio, não tem jogo. É garantido.

Reparo em quantos cartazes e propagandas sobre o PIC você encontra por ai, nas ruas, nos bancos, na internet. É um produto que dá dinheiro, mas para o banco. Os melhores fundos, alternativas de investimento não aparecem em outdoors. Por que será? Outro detalhe, pergunte à mesma gerente se existe algum cliente Personalité que compra capitalização? Ela nem ousaria oferecer tal produto a estas pessoas muito ricas, uma vez que ele é destinado à pessoas com pouco conhecimento financeiro. Uma coisa puxa a outra.

E a chance de mudar está na minha humilde contribuição, nos livros especializados e nos bons profissionais da área. Portanto, Títulos de Capitalização nunca mais, certo Willian? Fui um pouco mais enérgico nas explicações porque fico indignado com um produto tão ruim no qual, por desconhecimento, milhões de pessoas apostam seus sonhos. Conte comigo. Um abraço.

PS 1: Os gerentes de banco estão fazendo seu trabalho, não adianta querer matá-los depois de ler este artigo. Eles têm metas a cumprir e usam todas as alternativas para chegar lá. A responsabilidade de aceitar ou não o produto ou de procurar algo melhor é nossa. E só nossa.

PS 2: Toda e qualquer informação sobre a reserva matemática, o montante a ser nela colocado e as regras para o resgate, estão publicados nos folhetos sobre o produto de capitalização. O importante é que agora sabem como interpretá-lo.

PS 3: Se você entrou nessa apenas pela chance de ser sorteado, ótimo! Se a sorte lhe sorrir, parabéns. Se não, saiba que perdeu uma boa grana nestes 60 meses e que, nestes 5 anos, seu gerente provavelmente terá feito viagens maravilhosas pelo Brasil com o dinheiro extra recebido pelo cumprimento de suas metas.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários