Cursos gratuitos para empreendedores no SEBRAE e FGVEstamos em tempos em que não faltam oportunidades para aqueles que querem crescer e enriquecer seus conhecimentos. Exemplo disso é o oferecimento de uma série de cursos online gratuitos para empreendedores pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e o Sebrae (Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa).

O iPED (Instituto Politécnico de Ensino a Distância) e a Câmara-e.net (Câmera Brasileira de Comércio Eletrônico) também disponibilizam opções de conteúdo presencial e a distância para quem quer se manter atualizado no assunto.

Os cursos oferecidos são ideias para empreendedores que querem ter o próprio negócio ou buscam reforços educacionais para sua formação profissional. Assim, o UOL listou dez cursos nas áreas de planejamento, gestão e finanças que estão reproduzidos a seguir.

1. Introdução à Administração Estratégica (FGV)

Com duração de cinco horas, o curso a distância da FGV de Introdução à Administração Estratégica tem aulas que ajudam o aluno a planejar mudanças e ações estratégicas. Stavros Xanthopoylos, diretor da FGV Online, ainda cita que o curso introduz conceitos de lançamento de um produto e exploração de um novo nicho de mercado.

Inscrições no site.

2. Fundamentos da Gestão de Custos (FGV)

O curso online de Fundamentos da Gestão de Custos, da FGV, trata sobre assuntos básicos da contabilidade de uma micro ou pequena empresa. “O curso traz ferramentas para que o próprio empreendedor possa gerar os controles adequados ao seu negócio”, afirma o diretor da FGV Online. A carga horária também é de cinco horas.

Inscrições no site.

3. 10.000 Mulheres (FGV)

Ao contrário dos dois primeiros cursos, o 10.000 Mulheres, ministrado pela FGV em São Paulo (SP), conta com aulas presenciais e é exclusivo para donas de pequenos negócios. As mulheres aprendem a fazer o plano estratégico e de marketing da empresa, a analisar planilhas de custos e a projetar o crescimento no negócio.

“As melhores ainda recebem consultoria ao fim do curso”, diz coordenador do curso, Tales Andreassi. Vagas limitadas a 35 mulheres por turma. A carga horária total é de 190 horas. Inscrições no site.

4. Sei Empreender (Sebrae)

Mais um curso para empreendedores individuais, mas, dessa vez, oferecido pelo Sebrae à distância e com duração de cinco horas. Com o Sei Empreender, segundo a gerente da unidade de atendimento individual do Sebrae Nacional, Jaqueline Almeida, o aluno aprende a planejar suas ações de forma consciente e responsável, o que o auxilia na tomada de decisões à frente de um negócio.

Inscrições no site.

5. Análise e Planejamento Financeiro (Sebrae)

Com 15 horas de aula, o curso Análise e Planejamento Financeiro do Sebrae ensina o aluno como fazer um fluxo de caixa eficiente e a importância de definir metas de resultados, segundo Almeida. O curso deve ser finalizado em até 30 dias. Inscrições no site.

6. Gestão Empresarial Integrada (Sebrae)

Outro curso a distância do Sebrae com duração de 15 horas, o Gestão Empresarial Integrada aborda formas de satisfazer às expectativas do cliente, dos funcionários e do fornecedor de forma eficaz, segundo Almeida. As aulas também têm prazo de 30 dias. Inscrições no site.

7. Ciclo MPE.net (Câmera-e.net)

O seminário Ciclo MPE.net aborda temas de muita importância para pequenos empreendedores, principalmente aqueles que estão no ambiente online. De construção de uma loja na internet até a logística de funcionamento do e-commerce, as palestras são presenciais e duram um dia inteiro.

“O e-commerce já é uma realidade. Quem não investir corre o risco de perder clientes”, diz o diretor de comunicação da Câmara-e.net, Gerson Rolim.

As próximas edições serão no Rio de Janeiro (RJ) e em Vitória (ES), nos dias 23 de maio e 13 de junho, respectivamente. Inscrições no site. Vagas limitadas.

8. Plano de Negócios (iPED)

Com carga horária de 20 horas, o curso a distância de Plano de Negócios do iPED oferece ao aluno conhecimentos em cada aspecto do plano de negócios da empresa, como missão e valores, público-alvo e os pontos fortes e fracos do negócio.

“O curso mostra o que deve ser estudado e levado em conta na hora de buscar novos negócios”, afirma Fabio Neves, diretor do iPED. Inscrições no site.

9. Como Iniciar seu Próprio Negócio (iPED)

O curso online sobre Como Iniciar seu Próprio Negócio do iPED tem duração de 20 horas e traz o passo a passo para a abertura de uma empresa e noções básicas de gestão. “As aulas também abordam a busca por um investidor, tributos e casos de insucesso nos negócios”, declara Neves. Inscrições no site.

10. Gestão de Relacionamento com o Cliente (iPED)

Por fim, mas não menos importante, o iPED também oferece aulas online de Gestão de Relacionamento com o Cliente que ensinam a melhorar o atendimento com o objetivo de satisfazer e fidelizar o cliente. A carga horária é de 20 horas. “Todo bom negócio começa com um bom relacionamento com o cliente”, diz o diretor do iPED. Inscrições no site.

Cursos ajudam empreender

Com o mercado em constantes mudanças, é importante para o empresário se manter atualizado com novos cursos e profissionalizar sua operação com o que aprendeu nas aulas. É o que afirma o consultor da JB&S Consultoria Empresarial, João Baptista da Silva.

“Conhecimento nunca é demais. Ser gratuito não significa que o curso é de baixa qualidade, desde que seja oferecido por instituições renomadas. É uma oportunidade que tem de ser aproveitada”, aponta.

Porém, é preciso também saber a hora de aprofundar seus conhecimentos. Segundo Silva, fazer um ou dois cursos grátis não é suficiente para fortalecer o negócio, mas a experiência das aulas traz o momento de buscar uma graduação, pós ou MBA.

“O mercado é muito dinâmico. Por mais que o empresário faça, sempre será pouco. Quem não acompanha o mercado, fica limitado e perde competitividade”, afirma o consultor.

Continue a leitura

Outra opção para quem quer ler sobre empreendedorismo é vasculhar nosso acervo de artigos relacionados ao tema: clique aqui para acessar. Os textos abordam notícias, entrevistas e dicas para quem quer saber mais sobre como ser um empreendedor.

Recomendamos a leitura de alguns artigos, inicialmente:

Fonte: UOL. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários