Se existe alguém que é respeitado no mercado financeiro, esse alguém responde pelo nome de Warren Buffett. Ao longo das últimas décadas o “Oráculo de Omaha” conseguiu se tornar referência de sucesso e muito dinheiro, a partir dos investimentos.

O investidor norte-americano, da Berkshire Hathaway, disse nesta quarta-feira que nunca investirá em criptomoedas.

“Posso dizer quase com certeza que as moedas virtuais terão um fim ruim”, disse Buffett à CNBC em uma entrevista.

Jamie Dimon se arrependeu após críticas ao Bitcoin

Se Buffett demonstra preocupação com o futuro das criptomoedas, o presidente do JP Morgan Chase, Jamie Dimon, demonstra arrependimento por críticas feitas em 2017.

No ano passado, Dimon foi responsável pelas críticas mais contundentes ao Bitcoin. Em setembro, falando em uma conferência de investidores em Nova York, ele apontou que “a moeda não irá funcionar”. “Vocês não podem ter um negócio em que as pessoas podem inventar uma moeda a partir do nada e achar que as pessoas que a estão comprando são realmente inteligentes”, criticou.

Porém, poucos dias depois após Dimon dar essa declaração, o JP Morgan foi um dos maiores compradores de títulos de investimento que são corrigidos pela cotação do bitcoin na Suécia. Uma empresa do país viu nisso uma tentativa do banco de manipular o mercado e entrou com uma reclamação junto à autoridade financeira sueca.

O bitcoin surpreendeu o mundo dos investimentos ao subir para mais de US$ 19 mil e criou uma divisão em Wall Street sobre se é um instrumento financeiro legítimo.

Futuro das criptomoedas: alerta de Buffett

É inegável o interesse das pessoas pelas criptomoedas. Cada dia mais questões importantes são levantadas e esclarecidas.

Certamente, a palavra de investidores respeitados como Warren Buffett precisam ser levadas em consideração na hora de investir.

Até a próxima!

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários