Chegamos a mais uma de nossas colunas semanais sobre mundo digital, tecnologia e empreendedorismo.

Nosso destaque é o lançamento da plataforma de mensagens WhatsApp para negócios.

WhatsApp para negócios é liberado para usuários brasileiros

A versão do WhatsApp para micro e pequenas empresas foi liberada para usuários brasileiros nesta quinta-feira (25).

O WhatsApp já estava em funcionamento para celulares Android na Indonésia, Itália, México, Reino Unido e Estados Unidos.

O aplicativo, gratuito, permite destacar a conta como um “perfil empresarial” e colher estatísticas para entender se as estratégias de comunicação das empresas estão funcionando.

Entre as funcionalidades disponíveis, estão responder dúvidas de consumidores e atender reclamações de forma automática, bem como a personalização de um perfil específico para empresas, com dados sobre horário de atendimento, endereço e descrição do negócio, por exemplo.

O app pode ser baixado gratuitamente. É necessário a realização de um cadastro da empresa —que não exige CNPJ.

Uber espera ter frota de carros autônomos em menos de dois anos

Os carros autônomos podem estar mais próximos de fazer parte do nosso cotidiano. O diretor presidente do Uber, Dara Khosrowshahi, disse que espera que o aplicativo possa oferecer corridas com veículos sem motorista aos seus clientes em no máximo dois anos.

Segundo publicação do site norte-americano Business Insider, a primeira frota de carros autônomos da empresa de aplicativos de transporte compartilhado deve ter sua estreia nos Estados Unidos nos próximos 18 meses. “Não será um caso de teste, mas um caso real de uso”, disse Khosrowshahi.

No entanto, nem todos os carros do Uber serão substituídos por carros autônomos de uma só vez. O executivo disse que a empresa acompanhará os pedidos de determinada região, para aí então enviar veículos autônomos para um pequeno número de usuários.

Khosrowshahi deu como exemplo a cidade de Phoenix, capital do Estado do Arizona, nos EUA. Ele disse que do total de corridas para a região, no futuro, 95% será atendido por motoristas com humanos, mas em 5% dos casos a corrida será atendida por um veículo autônomo.

Snapchat permitirá compartilhar histórias com pessoas fora do app

O Snapchat anunciou um novo recurso que permite aos usuários compartilhar histórias públicas com amigos e familiares que não estão no aplicativo.

A empresa, que registrou mais de 178 milhões de usuários ativos diários no terceiro trimestre encerrado em 30 de setembro, vem tentando atrair novos usuários e lançar recursos, com o objetivo de aumentar o tempo gasto pelos usuários no aplicativo.

Os usuários do Snapchat poderão pressionar e manter pressionados os títulos na aba “Discover” para compartilhar histórias oficiais, pessoais e de pesquisa através de um link compartilhável, disse a empresa. Esses links serão abertos por meio de um reprodutor no site da Snap.

O aplicativo, conhecido por suas mensagens que desaparecem segundos após serem lidas, disse que as histórias pessoais e de pesquisa estarão disponíveis no site por 30 dias, enquanto as histórias oficiais desaparecerão após 24 horas.

A empresa também acrescentou que não descarta monetizar as histórias.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários