Ela fundou a primeira plataforma de assinatura de serviços de beleza por aqui. É formada em Marketing pela ESPM e já trabalhou para marcas como Unilever e Boticário.

Eleita uma das grandes líderes mulheres de startups no Brasil, também foi uma das finalistas do programa O Aprendiz e participou do Sharktank Brasil, conseguindo investimento para o seu negócio. Estamos falando de Maytê Carvalho, CEO e founder da b.pass, que conversou com o Dinheirama sobre inovação e empoderamento feminino, entre outros pontos. “Quero empoderar as mulheres através do poder transformador da autoestima da beleza, sou entusiasta disso e assim o farei”.

Maytê, você poderia contar um pouquinho sobre sua trajetória e carreira até chegar onde está?

Maitê Carvalho:  Comecei aos 18 anos no Grupo WPP atendendo marcas de beleza como Unilever e O Boticário. Depois, empreendi com o Beleza de Farmácia e agora a b.pass, uma spinoff do BF.

Você foi eleita uma das maiores líderes mulheres de startup no Brasil. Há mulheres que são uma inspiração para você no mundo dos negócios?

M.C.: Sim! Karina Diniz e Tide Diniz do Grupo drogaria Iguatemi são uma referência, inovam no setor há mais de 40 anos (trouxeram, por exemplo, a primeira drogaria sem prateleiras por trás do balcão). Admiro muito a Oprah também, que além de comunicadora é uma brilhante empresária (possui sua própria network de comunicação).

Você participou do programa O Aprendiz. Qual o maior aprendizado que obteve?

M.C.: Entre competição e cooperação, é preciso “coopetir”: sozinho você não faz nada.

No programa Sharktank você conseguiu investimento com a investidora anjo Camila Farani. A que atribui o bom resultado?

M.C.: Creio que soube demonstrar com solidez e consistência o meu business plan e por isso ela optou por investir. A Camila é nossa investidora ainda hoje e uma mentora na b.pass.

A Startup Beleza de Farmácia ainda tem apenas mulheres trabalhando? Por quê?

M.C.: Sim, somos um time feminino, porém, não excluo a contratação de homens – apenas as pessoas que demonstraram mais empatia com o ser e estar da mulher no mundo e eram as mais capacitadas para a vaga eram mulheres nesse caso.

O que é empoderamento feminino para você? Você sempre recebeu estímulo para ser uma “mulher empoderada” ou teve que fazer isso por si só?

M.C.: Empoderamento feminino é ter voz ativa e protagonismo nas suas escolhas e decisões. É estimularmos a igualdade no pagamento dos salários nas empresas, uma realidade que ainda não acontece. É promovermos uma rede que suporta mulheres que queiram empreender e abrir o seu próprio negócio, seja possibilitando acesso ao capital ou capacitação.

A b.pass é considerada uma plataforma bastante inovadora, de onde veio a ideia para criá-la?

M.C.: A b.pass é uma empresa needs first e não ideas first: percebemos uma ineficiência no setor de serviços de beleza através de customer discovery e development. Nós vimos do lado da consumidora final uma maneira ainda extremamente analógica de se agendar e pagar serviços de beleza, por isso criamos uma experiência customer centric e user friendly do assistente pessoal: queremos cuidar das mulheres para que elas possam cuidar melhor de todo o resto.

Ainda sobre inovação, de onde você tira as ideias para negócios que tem ou que procura levar adiante?

M.C.:  Eu procuro ler muito, desde biografias como a do Elon Musk e da Rita lee, como livros mais clássicos, como, por exemplo, Admirável mundo novo, fora os técnicos como Platform revolution por exemplo. Meu repertório é eclético, gosto de cultura pop e erudita e acredito que a mistura entre ambas resulta em criatividade.

Quais os seus maiores desafios hoje? Onde a Maytê Carvalho quer chegar?

M.C.: Estruturar a operação do nosso negócio de maneira sólida e perene para que possamos escalar São Paulo, Rio de Janeiro, Brasil! Quero empoderar as mulheres através do poder transformador da autoestima da beleza, sou entusiasta disso e assim o farei.

Janaína Gimael
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários