Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top 5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Dinheirama Entrevista: Maytê Carvalho, CEO e founder da b.pass

Ela fundou a primeira plataforma de assinatura de serviços de beleza por aqui. É formada em Marketing pela ESPM e já trabalhou para marcas como Unilever e Boticário.

Eleita uma das grandes líderes mulheres de startups no Brasil, também foi uma das finalistas do programa O Aprendiz e participou do Sharktank Brasil, conseguindo investimento para o seu negócio. Estamos falando de Maytê Carvalho, CEO e founder da b.pass, que conversou com o Dinheirama sobre inovação e empoderamento feminino, entre outros pontos. “Quero empoderar as mulheres através do poder transformador da autoestima da beleza, sou entusiasta disso e assim o farei”.

Clique aqui para ler o post completo 

Brasil do crédito caro: você precisa de controle se quiser sobreviver

Quem esta endividado sempre procura culpar circunstâncias e outras instâncias antes de admitir que ele é o verdadeiro culpado. Quem contraiu empréstimos sem o devido planejamento precisa aceitar essa realidade antes de qualquer tentativa. Isso mesmo, a primeira ação para resolver o problema é admitir o erro – só assim a lição será aprendida.

Os juros pela utilização do crédito rotativo do cartão de crédito e do cheque especial são realmente altos aqui no Brasil. Eles são muito mais elevados que na maioria dos países mundo afora, o que implica para o tomador de crédito uma série de cuidados.

Clique aqui para ler o post completo 

Cuidado! Sua carteira pode estar sendo assaltada e você nem percebeu

Nesta semana tive a oportunidade de me deparar com algumas histórias que, no mínimo, me fizeram pensar ainda mais a respeito das diversas formas com que podemos ser enganados – ou até assaltados, ainda que não seja à mão armada – no campo de vista financeiro.

Certamente você já se sentiu feito de “bobo” em algum momento ou viu alguém próximo passar por isso. Saiba que, infelizmente, essas coisas acontecem o tempo todo, mas você que está aqui lendo este texto já tem na educação financeira a primeira ferramenta para enxergar e combater possíveis situações abusivas ou enganações no campo do dinheiro. Vamos falar sobre isso?

Clique aqui para ler o post completo

Modelos financeiros: fundamentais para a saúde do seu bolso

Vivemos em um país, onde o tema educação financeira não é comumente tratado nas escolas e muitas vezes, não há diálogo sobre o tema nem mesmo dentro de casa.

A falta de familiaridade com esse tema leva muitas pessoas ao mal-uso do dinheiro, a não conhecer sobre investimentos e ao endividamento constante durante sua trajetória de vida, culminando ao ponto de ao se aposentar, não conseguir manter o padrão de vida que tinha quando estava ativo no mercado de trabalho.

Clique aqui para ler o post completo

Guerra comercial: O Brasil pode se beneficiar no final

“Pensar que há certos males que vêm para o bem não é fazer pouco da tristeza, mas é ver além da dor”. Parece ser uma boa abordagem para avaliar o mercado transnacional depois da decisão americana de elevar alíquotas de importação para aço e alumínio. Isso gerou e continua gerando desequilíbrios nos mercados de risco nas últimas semanas.

Segundo a Organização Mundial do Comércio (OMC), o momento é delicado e parece ser apenas o início dos atritos entre grandes economias, e essa escala de atritos precisa ser evitada, pois acabaria levando para posturas xenófobas e nacionalismo. Claramente isso seria danosa para a recuperação econômica mundial, e o protecionismo, no final da linha, redundaria em menor crescimento global.

Clique aqui para ler o post completo

 

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários