Agora você confere as principais notícias de 06/08/2018, segunda-feira.

General da reserva Hamilton Mourão será o vice de Jair Bolsonaro

O general da reserva e presidente do Clube Militar, Hamilton Mourão (PRTB), confirmou neste domingo (5), que recebeu e aceitou o convite para ser candidato a vice na chapa do deputado Jair Bolsonaro (PSL) ao Planalto nas eleições 2018. Pouco depois, foi oficializado candidato a vice durante convenção nacional do PRTB.

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, Mourão disse que é uma “honra” participar da disputa ao lado do parlamentar e ex-capitão do Exército. “Estou honrado e muito feliz por receber esse convite. Agora, é participar junto com Jair Bolsonaro da campanha e percorrer o País”, disse. Mourão participa na tarde deste domingo de uma reunião com aliados para discutir sua participação na campanha presidencial. O nome do oficial da reserva chegou a ser anunciado por Bolsonaro no mês passado, em evento público em Rio Verde, Goiás. Mas, na ocasião, a cúpula do PRTB manifestou-se contra a aliança com o PSL.

O general da reserva foi a quarta tentativa de Bolsonaro de conseguir um vice para a sua chapa. Ele já havia recebido negativas do senador Magno Malta (PR) e da advogada Janaina Paschoal. Também havia tentado o  general da reserva Augusto Heleno (PRP). O PRP, porém, rejeitou fazer aliança com o PSL nas eleições 2018. A jurista alegou questões familiares e, no sábado (4), descartou sua candidatura. Já o PR fechou com o Centrão e frustrou os planos do deputado de ter Malta na chapa.

A aliança com o PRTB também rompe o isolamento de Bolsonaro na disputa. Até então, o capitão da reserva não havia fechado nenhuma aliança eleitoral. O partido de Mourão, que é presidido por Levy Fidélix, porém, pouco acrescenta à coligação de Bolsonaro, pois elegeu apenas um parlamentar em 2014 e leva apenas 1 segundo a mais para o programa eleitoral de televisão e rádio.

Ciro escolhe Kátia Abreu como candidata a vice

O candidato do PDT ao Palácio do Planalto, Ciro Gomes, escolheu a senadora Kátia Abreu como candidata a vice-presidente.

O anúncio oficial será feito na manhã desta segunda-feira (6), na sede nacional do PDT, em Brasília.

Com apenas o apoio de um partido em sua coligação, o nanico Avante, Ciro optou por uma solução caseira, já que a senadora trocou o MDB pelo PDT em abril.

Com a decisão de ser candidata a vice, ela abre mão da disputa ao governo de Tocantins.

Segundo o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, a escolha deveu-se à representatividade da senadora no Centro-Oeste e ao seu perfil combativo.

“Ela é uma mulher de honra e que foi firme contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff”, disse.

A opção também deveu-se à interlocução da senadora junto ao setor ruralista. Ela foi por anos presidente da CNA (Confederação Nacional da Agricultura). ​

Venezuela prende seis suspeitos de ataque contra Maduro

O governo da Venezuela prendeu neste domingo (5), seis pessoas a quem acusam de atacar com drones um comício do presidente Nicolás Maduro no sábado, que deixou ao menos sete feridos – três deles em estado grave. Segundo autoridades chavistas, todos os autores materiais e intelectuais do ataque foram identificados.

“Prendemos terroristas e capangas”, disse o ministro do Interior Nestor Reverol. “Além disso, foram apreendidos veículos e organizadas operações de busca e apreensões por todo país que recolheram provas importantíssimas.”

Segundo o governo venezuelano, um drone carregado com explosivos atingiu um ato oficial comandado pelo líder chavista em Caracas. Maduro, a primeira-dama Cília Flores e membros da cúpula militares foram retirados do local a salvo.

Em pronunciamento na noite deste sábado, o presidente venezuelano afirmou que o ataque foi uma tentativa de assassiná-lo. Segundo ele, evidências “apontam para a extrema direita”, que trabalha com colombianos no país vizinho. Maduro disse acreditar que o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, também é responsável. Tanto Colômbia quanto os Estados Unidos disseram que a acusação do chavista carece de fundamento.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários