Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top 5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Quer ficar rico? Esqueça a ganância e aposte na ambição

O mercado de investimentos é bastante atrativo para quem deseja ver o dinheiro crescer, e isso é excelente! Conviver e saber aproveitar os investimentos que oferecem mais risco é um desafio que muitos investidores enfrentam diariamente, e a regra é clara: quanto maior o risco, maior poderá ser o retorno.

Não correr riscos, de acordo com o homem mais rico do Brasil, Jorge Paulo Lemann, é o maior risco que existe. Para que essa visão funcione, é necessário que o investidor tenha um perfil específico e conheça muito bem os detalhes do investimento. Resumindo: o risco precisa sempre ser muito bem calculado, mas não pode ser eliminado.

Clique aqui para ler o post completo

Cuidado com comparações! O quintal dos outros nem sempre é mais florido

Certa vez conheci alguém que, apesar de muito boa pessoa, vivia fazendo comparações entre a sua vida e a dos outros. No trabalho, no lugar de se concentrar para realizar as suas atividades da melhor forma, gastava boa parte do tempo reclamando que trabalhava mais e ganhava menos que fulano, ou que fazia determinadas tarefas melhor que sicrano, mas nunca era valorizada nas reuniões.

Na vida pessoal, estava sempre inconformada, por exemplo, de ver a vizinha feliz e com um namorado tão bonito, já que ela “era tão feia”. Ufa, você já conheceu alguém assim?

Desta vez vamos falar sobre comparações e o perigo que elas representam para a sua própria prosperidade, seja nas finanças, no trabalho ou na vida em geral.

Clique aqui para ler o post completo

5 iniciativas (incríveis) que todo investidor deveria conhecer

Uma recente pesquisa da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) mostrou que 58% dos brasileiros não têm nenhum investimento financeiro.

Ainda de acordo com o mesmo levantamento, dos 42% que têm alguma aplicação, apenas 9% fizeram algum aporte no ano de 2017.

De certa forma os números podem ser explicados por conta da grave crise econômica que o país enfrentou nos últimos anos.

O alto desemprego limitou a renda da população e muita gente apenas tratou de sobreviver.

Clique aqui para ler o post completo

13º salário: Confira 6 dicas para usar de forma sábia o dinheiro extra!

Esta época do ano é uma das preferidas dos comerciantes e também de quem ganha o 13º salário. Fica fácil, inclusive, perceber a alegria estampada nos rostos das pessoas por conta disso, já que a maior parte delas se permite nesta época realizar algumas coisas que, durante o ano, com as contas e receitas no limite, fica difícil.

Como educadores financeiros, é importante que a gente oriente sobre a importância do uso correto de um dinheiro extra, como o 13º, para quem anda com as finanças na corda bamba. Não há regras que se encaixem em todos os casos, é claro, mas se você quer começar bem 2019 do ponto de vista financeiro, pode aproveitar esse dinheiro a mais para colocar esta área da vida em ordem. Que tal?

Clique aqui para ler o post completo

Sonhos: a fórmula secreta para você conseguir conquistá-los

Quem não quer comprar logo seu primeiro carro zero ou mudar-se para a casa própria, deixando de pagar de aluguel? Quem não quer comprar aquele relaxante apartamento na praia ou realizar uma longa e charmosa viagem pela Europa? Quem não quer trocar todo o guarda roupa e comprar novos pares de tênis?

Clique aqui para ler o post completo

 

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários