Home Empresas Boeing acrescenta inspeções de qualidade ao 737 MAX

Boeing acrescenta inspeções de qualidade ao 737 MAX

A Boeing também realizará sessões para os funcionários sobre gerenciamento de qualidade e trará uma entidade externa para realizar uma avaliação independente de seu processo de produção, disse Deal

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Gavin McIntyre/Pool via REUTERS/)

A Boeing (BA) realizará mais inspeções de qualidade para o 737 MAX após parte da fuselagem de uma aeronave MAX 9 operada pela Alaska Airlines se soltar em pleno voo neste mês, disse o responsável pela divisão de aviões comerciais da companhia nesta segunda-feira.

A fabricante de aviões também enviará uma equipe ao fornecedor Spirit AeroSystems — que fabrica e instala o plugue de porta envolvida no incidente — para verificar e aprovar o trabalho da Spirit nos plugues antes que as fuselagens sejam enviadas às instalações de produção da Boeing no Estado norte-americano de Washington, disse Stan Deal, presidente da Boeing Commercial Airplanes, em uma carta aos funcionários da empresa.

As novas ações da Boeing foram tomadas depois que a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) prorrogou na sexta-feira a paralisação de 171 aviões MAX 9 por tempo indeterminado para novas verificações de segurança. Somente depois que 40 aviões forem inspecionados, a agência analisará os resultados e determinará se a segurança é adequada para permitir que os MAX 9 voltem a voar, informou a FAA.

(Imagem: REUTERS/Peter Cziborra)

Além das inspeções dos plugues das portas, as equipes da Boeing realizarão verificações em 50 outros pontos do processo de produção da Spirit, disse Deal. Enquanto isso, tanto a Boeing quanto a Spirit abrirão suas instalações de produção do 737 para que as companhias aéreas façam suas próprias inspeções.

A Boeing também realizará sessões para os funcionários sobre gerenciamento de qualidade e trará uma entidade externa para realizar uma avaliação independente de seu processo de produção, disse Deal.

O executivo afirmou que as ações descritas na carta são separadas da investigação em andamento da FAA e dos planos para aumentar a supervisão da produção do MAX.

No entanto, antes da entrega dos novos MAX 9, a Boeing “realizará as mesmas inspeções minuciosas dos plugues de porta de saída intermediária exigidas pela FAA”, escreveu Deal.

O órgão regulador anunciou na semana passada que também auditará a linha de produção e os fornecedores do Boeing 737 MAX 9 e considerará a possibilidade de uma entidade independente assumir certas responsabilidades de certificação de aeronaves que a FAA atribuía anteriormente às fabricantes de aviões.

A Boeing aumentou seu número de inspetores de qualidade em 20% desde 2019 e planeja fazer investimentos adicionais em suas unidades de qualidade, escreveu Deal.

“Tudo o que fazemos deve estar em conformidade com os requisitos de nosso QMS (sistema de gerenciamento de qualidade)”, escreveu Deal.

“Qualquer coisa abaixo disso é inaceitável. É por meio desse padrão que devemos operar para oferecer aos nossos clientes e seus passageiros total confiança nos aviões da Boeing.”

A United Airlines e a Alaska Airlines cancelaram todos os voos do MAX 9 até terça-feira.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.