Home Economia e Política Brasil perde 80 mil barris de petróleo por dia com greve do Ibama

Brasil perde 80 mil barris de petróleo por dia com greve do Ibama

"Você deixa de produzir porque são projetos que iam entrar e não entraram", avalia o presidente do IBP, Roberto Ardenghy

por Reuters
3 min leitura

O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), que representa empresas petroleiras no Brasil, avalia que o impacto da greve dos funcionários do Ibama na produção de petróleo do Brasil é atualmente de 80 mil barris ao dia e tende a crescer, à medida que o movimento parece ganhar força.

“A greve está impactando muito o setor, é uma greve que já dura 160 dias, e começamos com uma redução na produção de petróleo de 5 a 10 mil barris por dia, e chegamos na sexta-feira a 80 mil barris/dia”, afirmou nesta segunda-feira o presidente do IBP, Roberto Ardenghy, a jornalistas durante evento do LIDE Rio de Janeiro.

Segundo ele, com uma produção de 80 mil barris/dia a menos, o governo deixa de arrecadar 200 milhões de reais por mês.

Banner MBA BARSI

“Você deixa de produzir porque são projetos que iam entrar e não entraram; algumas licenças de operação que iam sair e não saíram, e isso tem um efeito acumulado ao longo do tempo e causando mais problema.”

Greve do Ibama

Funcionários do Ibama votaram por uma greve em pelo menos 14 Estados, informou na semana passada o sindicato do órgão ambiental federal, ameaçando atrasar ainda mais as licenças para projetos de petróleo e gás.

Os trabalhadores aprovaram uma greve a partir do dia 24, mas já estão mobilizados desde o início de 2024, reduzindo ritmo dos processos de licenciamento ambiental e de outros serviços de interesse do governo.

Em maio, a Petrobras (PETR3; PETR4) havia estimado um possível impacto de 2% em sua produção devido à greve do Ibama, que tem afetado o licenciamento de poços de petróleo em ativos como o campo de Mero, no pré-sal da Bacia de Santos.

Banner MBA BARSI

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.