Nós sabemos que esta é uma afirmação forte, mas se trata de uma afirmação unicamente técnica e matemática, e podemos provar com dados econômicos bem embasados. Entenda que nosso objetivo não é assustar, mas sim alertar para que você possa tomar suas decisões.

Já fizemos isso antes, em 2014, quando estávamos prestes a mergulhar na recessão em que nos encontramos agora. Fomos muito criticados, até processados pelo governo, mas seguimos em frente, e o tempo provou que estávamos com a razão. Agora nosso trabalho continua.

Vamos então para alguns dados.

  • Nossa dívida pública vem crescendo em ritmo acelerado. Aliás, cresceu cerca de 150% só no governo do PT, atingindo a casa dos R$ 2,79 Trilhões.
  • Os juros sobre esta dívida pública é o maior do mundo, gerando um efeito bola de neve, tornando-a impagável.
  • Em apenas 1 ano, as despesas com os juros da dívida pública cresceram 50%!
  • O sistema de previdência é uma bomba-relógio que colocou toda uma geração de aposentados sob risco.
  • Petrobrás acumula uma dívida de meio trilhão de reais, e o governo não vai deixar a companhia quebrar; mas de onde virá o dinheiro?

Estamos caminhando muito rápido para um colapso, e você precisa entender essa situação em mais detalhes, além de conhecer as opções que você tem para proteger o seu patrimônio e garantir uma vida melhor para sua família.

Se um médico identifica uma doença em seu paciente, é seu dever avisá-lo, até mesmo para que o paciente possa combater a doença.

Nossos analistas de investimentos tem a mesma obrigação de informar você sobre o tamanho do problema que temos à frente e que é muito maior do que todos estão dizendo.

Assim, gravamos um vídeo (e temos uma versão de texto, se preferir) explicando tudo isso em detalhes. Clique aqui para ser direcionado para uma página exclusiva com este material. Você irá se surpreender e terá condições de tomar suas próprias decisões.

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto “poor Brazil”, Shutterstock.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários