Home Esportes Brasileiro: Botafogo suporta pressão, bate Grêmio e segue soberano

Brasileiro: Botafogo suporta pressão, bate Grêmio e segue soberano

Com 12 vitorias, líder abre 10 pontos de vantagem para 2º colocado

por Agência Brasil
0 comentário
Botafogo 4

O Botafogo visitou o Grêmio em Porto Alegre na noite deste domingo (9), suportou a pressão do adversário no primeito tempo e garantiu a vitória nos 15 minutos finais da partida, válida pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O meia Eduardo e o atacante Carlos Alberto marcaram para o Alvinegro carioca, que chegou a 36 pontos, ficando 10 à frente do Flamengo, segundo colocado. Já o Grêmio perdeu a invencibilidade de 23 jogos na temporada, segue com 26 pontos na tabela e caiu para a terceira posição no Brasileirão. 

O Tricolor gaúcho ditou o ritmo de jogo, foi mais criativo no primeiro tempo, e teve boas chances de abrir o placar devido às dificuldades de marcação da equipe alvinegra. Aos 22 minutos, o atacante uruguaio Luis Suárez chutou com perigo de dentro da área, mas a bola foi para fora. Dois minutos depois, em cobrança de falta, o Glorioso teve a melhor oportunidade de abrir o placar. O meia Eduardo levantou para Cuesta, que cabeceou para Tiquinho no meio da área mandar para o fundo da rede. No entanto, o VAR interveio e anulou o gol do Botafogo, devido a impedimento de Cuesta na jogada. O Grêmio seguiu pressionando, mas falhou nas finalizações. 

Na volta do intervalo, o Tricolor enfileirou várias chances de inaugurar o marcador. A primeira delas, aos quatro minutos, em uma bomba desferida pelo uruguaio Suárez na trave do gol de Lucas Perri. Sete minutos depois, Perri defendeu uma bola venenosa de Reinaldo, e repetiu grande defesa em ouro chute de Suárez, aos 28. No minuto seguinte, em meio ao sufoco, foi o Glorioso que abriu o placar na Arena Grêmio. Di Plácido cruzou para Eduardo dentro da área acertar um chute de chapa. O gol alvinegro baqueou a equipe tricolor. Aos 43 minutos, o paraguaio Segóvia interceptou o passe errado do lateral Reinaldo, passou a bola para Marlon, que rolou para para Carlos Alberto ampliar para o Fogão: 2 a 0. 

Outros resultados

Mais cedo neste domingo (9), o Santos derrotou o Goiás por 4 a 3 na Vila Belmiro – sem a presença de torcida por punição do STJD -, subiu para 13ª posição na tabela (16 pontos). Já o Esmeraldino segue em 17º lugar, na zona de rebaixamento (Z4), com 17 pontos. 

O Peixe chegou a fazer 3 a 1 no primeiro tempo, com dois gols de Marcos Leonardo e um de Mendonça. O Goiás descontou no final da Guilherme Marques. No segundo tempo, o Esmeraldino reagiu: Guiilherme Maques marcou o segundo dele no jogo e João Magno deixou tudo igual na Vila Belmiro. Já aos 44 minutos, o árbitro anotou pênalti de Lucas Hater no zagueiro alvinegro Joaquim. O lance foi revisto pelo VAR que confirmou o pênalti,  Mendonza cobrou e converteu para o Peixe, garantido o triunfo por 3 a 2.

Na Arena Castelão, o Fortaleza bateu o Athletico-PR por 1 a 0 com gol de Pikachu no segundo tempo. Com o triunfo, a equipe comanda pelo técnico argentino Juan Pablo Vojvoda subir quatro posições: está em sétimo lugar, a apenas um ponto de entrar no G6.

O Red Bull Bragantino também entrou em campo neste domingo (9), mas empatou sem gols contra o São Paulo, no Estádio Nabi Abi Chedid. O time de Bragança Paulista segue em sexto lugar na tabela, com 24 pontos, já o Tricolor paulista caiu para a oitava posição, com 22 pontos.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.