Brasileiros estão entre os 34 melhores executivos na EuropaA publicação americana Institutional Investor divulga anualmente a lista dos melhores executivos da Europa. Neste ano, o brasileiro Carlos Brito, presidente da AB-Inbev, marcou presença entre os mais reconhecidos executivos do velho continente.

Além do comandante do maior grupo cervejeiro do mundo, outro brasileiro também apareceu na lista publicada. Nicandro Durante, da British American Tobacco, foi escolhido como um dos melhores executivos do setor de tabaco, na categoria de consumo.

Em pesquisa realizada no ano passado, aproximadamente 3.000 gestores de fundos e analistas financeiros da Europa escolheram os melhores executivos dentro de cada setor. A pesquisa ainda aponta que há sinais de otimismo no mundo dos negócios no continente estudado.

Segundo nota divulgada, a proporção de executivos europeus que esperam um crescimento nas receites neste ano é a maior dos últimos seis trimestres. Veja abaixo a lista dos 34 melhores presidentes segundo a Institutional Investor.

PresidenteEmpresaCategoriaSetor
Thierry Le HénaffArkemaMateriais básicosQuímicos
Wolfgang ReitzleLindeMateriais básicosQuímicos
Ivan GlasenbergGlencore InternationalMateriais básicosMetais e mineração
Jan JohanssonSvenska CellulosaMateriais básicosPapeis e embalagens
Martin WinterkornVolkswagenConsumoCarros e autopeças
Carlos BritoAnheuser-Busch InBevConsumoBebidas
Albert BaehnyGeberitConsumoConstrução
Paul PolmanUnileverConsumoAlimentos
Kasper RorstedHenkelConsumoCuidados pessoais
Richard CousinsCompass GroupConsumoHotéis e lazer
Andrea GuerraLuxottica GroupConsumoBens de luxo
Georges PlassatCarrefourConsumoRedes varejistas
Pablo Isla Álvarez de TejeraIndustria de Diseño TextilConsumoRedes Varejistas
Nicandro DuranteBritish American TobaccoConsumoTabaco
Paolo ScaroniEniEnergiaÓleo e gás
Thierry PilenkoTechnipEnergiaÓleo e gás
João Manso NetoEDP RenováveisEnergiaEnergias renováveis
António MexiaEnergias de PortugalEnergiaInfraestrutura
Alfredo Sáenz AbadBanco SantanderInstituições FinanceirasBancos
Mario GrecoAssicurazioni GeneraliInstituições FinanceirasSeguros
Guillaume PoitrinalUnibail-RodamcoInstituições FinanceirasImóveis
Martin GilbertAberdeen Asset ManagementInstituições FinanceirasFinanças
Terry TwiggerMeggittIndústriasAeroespacial e defesa
Rupert SoamesAggrekoIndústriasServiços de emprego e negócios
Ronnie LetenAtlas CopcoIndústriasBens de capital
Frank AppelDeutsche PostIndústriasTransporte
Simon MoroneyMorphoSysFarmacêutica e saúdeBiotecnologia
Benjamin LippsFresenius Medical CareFarmacêutica e saúdeTecnologia e serviços médicos
Lars Rebien SørensenNovo NordiskFarmacêutica e saúdeFarmacêutica
Jean-Charles Decaux
Jean-François Decaux
JCDecauxTecnologia, mídia, telecomunicaçõesMídia
Eric MeuriceASML HoldingTecnologia, mídia, telecomunicaçõesTecnologia (semicondutores)
William McDermott
James Snabe
SAPTecnologia, mídia, telecomunicaçõesTecnologia (software)
Hans VestbergTelefon AB L.M. EricssonTecnologia, mídia, telecomunicaçõesEquipamentos de telecomunicações
Zeinal BavaPortugal Telecom SGPSTecnologia, mídia, telecomunicaçõesServiços de telecomunicações

Por que está notícia é importante?

A Europa, como já sabemos, é um dos locais mais afetados pela grave crise econômica mundial. A confiança em executivos capazes de dirigir suas companhias de forma sustentável e inteligente é um dos componentes que deve ser resgatado, em conjunto com ações importantes dos governos, para que saídas da crise sejam possíveis.

Notar que o Brasil tem presença no velho continente é sinal positivo de nossa cada vez mais global força de trabalho.

Fonte: EXAME. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários