Home Agronegócio Cacau perde 13% na semana e açúcar bruto ganha 7%

Cacau perde 13% na semana e açúcar bruto ganha 7%

O Rabobank atribuiu a queda deste mês no cacau ao retorno das chuvas na principal região produtora da África Ocidental

por Reuters
3 min leitura

Os contratos futuros de cacau na ICE subiram acentuadamente na sexta-feira, após recente onda de liquidação de posições compradas por fundos de investimento perder força, mas ainda assim encerraram a semana com uma perda de 13%.

O açúcar bruto subiu para uma máxima de dois meses e meio no vencimento do contrato de julho, apesar dos dados positivos da produção brasileira.

Cacau

O cacau em Londres fechou em alta de 225 libras, ou 3,7%, para 6.364 libras por tonelada métrica, após atingir seu valor mais baixo em mais de um mês, de 5.818 libras.

O Rabobank atribuiu a queda deste mês no cacau ao retorno das chuvas na principal região produtora da África Ocidental, ao número de contratos em aberto e à realização de lucros por especuladores.

O mercado continua a ser muito volátil, com baixos volumes de negociação, disseram os negociantes.

Açúcar

O açúcar bruto expirou na sexta-feira com alta de 0,09 centavo, ou 0,4%, a 20,30 centavos de dólar por libra-peso. O contrato atingiu uma máxima de dois meses e meio mais cedo e encerrou a semana com um ganho de 7%.

As entregas no vencimento do contrato de julho foram vistas em cerca de 21.200 lotes, ou quase 1,1 milhão de toneladas métricas, de acordo com informações preliminares dos traders na sexta-feira.

A produção de açúcar no Brasil e a moagem de cana foram maiores do que o esperado na primeira metade de junho, disse a associação industrial Unica.

O açúcar tem sido impulsionado ultimamente pelos resultados decepcionantes da colheita no Brasil, o maior produtor.

O açúcar branco de agosto ganhou 2,3%, a 598,40 dólares por tonelada.

Café

Café arábica de setembro subiu 0,45 centavos, ou 0,2%, a 2,268 dólares por libra-peso.

A colheita está progredindo a uma boa velocidade no Brasil, o maior produtor, sob clima seco.

O café robusta de setembro caiu 0,9%, a 4.011 dólares por tonelada.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.