Home Economia e Política Campos Neto diz que desinflação na China é irrelevante para Brasil

Campos Neto diz que desinflação na China é irrelevante para Brasil

A China informou que os preços ao consumidor em março subiram apenas 0,1%, ante expectativa de 0,4% e alta de 0,7% em fevereiro

por Reuters
0 comentário

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou na noite desta segunda-feira que o processo de desinflação na China não é um fator relevante para a decisão de política monetária no Brasil.

Em evento promovido pelo Insper Júnior em São Paulo, Campos Neto pontuou que o processo de desinflação na China – que, na prática, pode levar à exportação de bens mais baratos a outros países – não era relevante para o controle da inflação nos Estados Unidos, acrescentando que também é irrelevante para a inflação no Brasil.

“Quando pegamos o que pode causar de pressão deflacionária, não é muito grande, não é muito relevante”, afirmou, em referência ao Brasil.

No início de abril, a China informou que os preços ao consumidor em março subiram apenas 0,1%, ante expectativa de 0,4% e alta de 0,7% em fevereiro.

O núcleo da inflação na base anual, excluindo preços voláteis de alimentos e energia, subiu 0,6% em março, de 1,2% em fevereiro.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.