O leitor do Dinheirama sabe o quanto valorizamos parceiros comprometidos em oferecer muito mais do que seus produtos e marcas. Aqui, apostamos em quem de fato se interessa por compartilhar conhecimento, informações e opiniões qualificadas. Hoje estou muito feliz em apresentar a ZeroPaper, empresa brasileira de tecnologia que já ajudou mais de meio milhão de empreendedores brasileiros a simplificar a gestão financeira de seus negócios.

A colaboração com a ZeroPaper nos dá a oportunidade de conversar mais de perto com os profissionais de pequenas e médias empresas, cujo mercado cresce a cada dia e hoje já é responsável por uma parcela considerável dos empregos oferecidos no país. A ZeroPaper lidera o mercado brasileiro de gerenciadores financeiros.

Por oferecer uma plataforma simples e fácil de usar, a ZeroPaper agora faz parte da Intuit, líder mundial em soluções de gestão financeira para pequenas e médias empresas, que conta com mais de 5 milhões de usuários ao redor do mundo do seu principal produto, o QuickBooks. A ferramenta ZeroPaper foi incorporada à família QuickBooks e agora se chama QuickBooks ZeroPaper.

Sucesso na gestão financeira dos negócios

Em geral, o empreendedor brasileiro é otimista, possui uma forte ligação emocional com o propósito da sua empresa e não pensa duas vezes antes de arregaçar as mangas para fazer a empresa crescer. Embora estas sejam características imprescindíveis para o sucesso, planejamento e controle financeiro são essenciais para viabilizar recursos que serão investidos na empresa durante seu ciclo de crescimento. Para isso, ter disciplina na coleta e análise de registros financeiros através de uma ferramenta segura, simples e grátis é fundamental.

 “Se mesmo projetos muito bem estruturados desde o início correm o risco de fracassar, imagine aquelas empreitadas em que algumas etapas no processo de planejamento são queimadas? Essas etapas são queimadas por falta de conhecimento, por pressa ou pela mescla desses dois componentes” (Gustavo Cerbasi, Rafael Paschoarelli)

A fase inicial de uma empresa é um momento delicado, quando muitas variáveis precisam ser levadas em consideração. Entretanto, o controle financeiro deve ser visto como prioridade, pois essa é a fase onde o empreendedor deve começar a separar as contas da empresa de suas contas pessoais para, assim, evitar comprometer tanto a sua saúde financeira pessoal quando a saúde financeira do negócio.

Começando com o pé direito

Boas ideias nascem todos os dias. Você já parou para pensar porque dentro de um mesmo segmento algumas empresas se saem melhor do que as outras? Sem dúvida, poder tomar decisões acertadas com agilidade é fundamental para a empresa sair na frente. Saber se a empresa precisa investir mais em determinado caminho ou se precisa cortar custos só é possível quando os controles estão à disposição de forma confiável.

Pense no futuro: provisione!

Ter um fundo de provisões é muito importante pois ele garante que o impacto de fatores externos sob a empresa seja minimizado. Lembre-se de que nos momentos de crise também surgem boas oportunidades, e se sua empresa tiver um fundo de provisões consolidado, poderá aproveitá-las melhor.

O fato de você ter bons resultados agora pode se alterar em outro contexto econômico ou com a chegada de um concorrente de peso, por isso não deixe de fazer mudanças para melhorar de maneira contínua.

Invista sempre

Cuidar do futuro financeiro da empresa é primordial. Cada passo precisa ser determinado com critério. Existe um caminho para alcançar o sucesso e ele passa pela gestão financeira simplificada e com visibilidade que permite tomada de decisão.

Se a sua empresa já está consolidada e suas finanças em ótima situação, pode ser hora de investir. Um ótimo exemplo é a compra de equipamentos mais eficientes. Eles aumentam a escala de produção dos seus produtos, reduzem custos e possibilitam atingir um mercado mais extenso. Outros exemplos de investimento são a contratação de funcionários, melhoria do atendimento ao cliente, expansão através do sistema de franquias, criação de um plano de marketing e, claro, constante aperfeiçoamento das soluções e produtos disponibilizados pela empresa.

Outra boa prática financeira é procurar instituições bancárias que ofereçam atendimento diferenciado para a PME e que ofereçam aconselhamento sobre produtos financeiros adequados ao perfil e situação da empresa.

Conte com o Dinheirama PME e com a ZeroPaper

A partir de agora não faltarão por aqui dicas e material que servirão de base para que o empreendedor faça cada vez mais. A ZeroPaper oferece a melhor opção gratuita em gerenciamento financeiro para autônomos, MEI’s e micro empresas.

Principais funções encontradas no QuickBooks ZeroPaper:

  • Fluxo de caixa completo;
  • Gerenciamento de contas a pagar e receber;
  • Relatórios personalizados;
  • Controle por caixa ou por competência;
  • Conciliação bancária e importação de OFX;
  • Multiempresas, multiusuários, multicontas e permissões de acesso (Premium);
  • Emissão de boletos bancários (Premium);
  • Alertas por e-mail e por SMS (Premium);
  • Loja de aplicativos com consultas a cheques. CPF e CNPJ, certificado digital, NF-e (Premium).

Queremos fazer sempre mais

Muitas novidades serão apresentadas ao longo das próximas semanas. Queremos que você faça parte desse processo enviando pautas e sugestões para termos aqui o melhor canal de PME do Brasil. Não se esqueça de compartilhar este post e com seus amigos! Contamos com você! Até a próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Zeropaper, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários