Cartão de crédito para pagamento de contas: um péssimo negócio.Muitos amigos começaram a utilizar o cartão de crédito como alternativa para o pagamento de contas. Além de ganhar maior prazo para desembolsar o dinheiro, a oportunidade de conquistar milhas nos programas oferecidos pelas operadoras de cartão também se tornou um atrativo.

Do ponto de vista prático, de tempo e benefícios indiretos, soa como uma ótima ideia. Financeiramente, no entanto, talvez essa não seja a melhor escolha a se fazer. De acordo com recente pesquisa divulgada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), alguns bancos chegam a cobrar R$ 16,00 por cada operação.

Em um exemplo de quem desembolsa até R$ 24 mil em contas pagas no cartão por ano (considerando valores médios apurados na pesquisa), o gasto extra pela comodidade chega a R$ 768 anuais. Há incidência ainda de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), com alíquota padronizada. São mais R$ 150. Total final: R$ 918.

Na pesquisa do Idec, o Santander foi o banco que alcançou o maior valor, R$ 16 todas as vezes que o cartão de crédito for utilizado na modalidade pagamento de contas. Supondo que seja uma conta de R$ 100,00, o valor pago com a tarifa corresponderá a 16% mais em relação ao valor da conta, um percentual muito parecido com o do crédito do rotativo (o maior do mercado).

De acordo com o Idec, o discurso de acumular mais milhas no cartão não compensa o gasto final. Ainda segundo a pesquisa (o exemplo de quem paga R$ 24 mil no ano), o consumidor acumularia 12.000 milhas no período. Como, em geral, os programas estipulam um mínimo de dez mil milhas por trecho, daria para comprar apenas um trecho nacional. Resumindo, o valor economizado com o pagamento sem utilizar o cartão seria muito mais compensador.

Vale lembrar que aqui no Dinheirama sempre defendemos a utilização do cartão de crédito. Consideramos o cartão uma das melhores ferramentas de pagamento, mas como toda ferramenta é preciso saber utilizar de forma consciente. Quem usa e abusa dos limites do cartão por aqui paga não só a fatura, mas também um dos maiores juros do planeta.

Faça sempre seu orçamento pessoal e opte por utilizar o cartão de crédito sabendo que, em pouco tempo, a fatura irá chegar – e para que realmente existam vantagens no seu uso você terá fazer o pagamento integral à vista.

Você também pode colaborar com a disseminação da educação financeira, compartilhando esse assunto com amigos e conhecidos. Muitos ainda sofrem para aprender a lidar com o cartão de crédito e, se todos nós utilizarmos com inteligência, seremos beneficiados com juros menores e serviços melhores.

Conto com você! Deixe também sua opinião sobre cartões de crédito e pagamento de contas no espaço de comentários abaixo. Até a próxima.

Foto de freedigitalphotos.net.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários