Home Empresas CCR inicia desembolsos para obras de recapeamento do sistema Anhanguera-Bandeirantes

CCR inicia desembolsos para obras de recapeamento do sistema Anhanguera-Bandeirantes

A CCR opera atualmente 3.615 mil quilômetros de rodovias em cinco Estados do país

por Reuters
0 comentário

A CCR (CCRO3) anunciou nesta quinta-feira início das obras de recapeamento de 100% do sistema rodoviário Anhanguera-Bandeirantes, no Estado de São Paulo, um projeto de dois anos que vai consumir 1 bilhão de reais do caixa da companhia.

A maior operadora de rodovias do país afirmou que as obras vão envolver 316 quilômetros administrados pela concessionária, entre as cidades de São Paulo e Cordeirópolis, e incluem, além da Via Anhanguera (SP-330) e da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), a Rodovia Adalberto Panzan (SPI-102/330), em Campinas, e o trecho de dois quilômetros da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), em Jundiaí.

Segundo a CCR, o novo asfalto “tem maior durabilidade e resistência ao desgaste, o que aumenta a vida útil do piso e reduz a necessidade de intervenções para manutenção”.

A companhia não deu detalhes sobre eventuais reduções de custos na administração do complexo rodoviário.

Em 2023, a CCR investiu 3,2 bilhões de reais em suas concessões rodoviárias e a previsão para 2024 é de 4,5 bilhões, de um total de 28 bilhões que serão destinados para as rodovias da empresa nos próximos anos.

A CCR opera atualmente 3.615 mil quilômetros de rodovias em cinco Estados do país.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.