Home Economia e Política Chair do Federal Reserve discursa nesta quinta-feira em meio a cenário turbulento

Chair do Federal Reserve discursa nesta quinta-feira em meio a cenário turbulento

Jerome Powell participa às 13h, no horário de Brasília, do Economic Club of New York

por Reuters
0 comentário

O chair do Federal Reserve, Jerome Powell, discursará em Nova York nesta quinta-feira, com seus colegas do banco central em aparente acordo para manter os juros inalterados em sua próxima reunião, daqui a duas semanas, mas com uma incerteza ainda grande sobre o que acontecerá depois disso.

Em comentários programados para as 13h, no horário de Brasília, no Economic Club of New York, Powell praticamente encerrará um mês frenético desde a última reunião das autoridades em meados de setembro, quando eles optaram por manter inalterada a taxa referencial de empréstimos em uma faixa de 5,25% a 5,50% para avaliar a evolução da economia.

Desde então, os dados mostraram que o crescimento do emprego nos Estados Unidos voltou a acelerar de forma inesperada, as vendas no varejo desafiaram as previsões de desaceleração e as diversas medidas de preços ofereceram sinais inconsistentes sobre se a inflação está no caminho certo para retornar à meta de 2% do Fed em tempo hábil.

Como se isso não bastasse, o mercado de Treasuries está se recuperando e apertando as condições financeiras em um ritmo acelerado. O conflito mais mortal dos últimos anos no Oriente Médio eclodiu, sem uma solução rápida à vista e com a preocupação de que possa se transformar em uma guerra regional com consequências econômicas desconhecidas.

Análise

Horas antes do pronunciamento de Powell, a última leitura do mercado de trabalho mostrou que os novos pedidos de auxílio-desemprego caíram para o nível mais baixo desde janeiro, embora o número de pessoas que recebem benefícios por mais de uma semana tenha subido para o nível mais alto desde julho.

Ao mesmo tempo, a liquidação do mercado de Treasuries continuava, ameaçando elevar o rendimento da nota de 10 anos, utilizada como referência de crédito para famílias e empresas, acima do limite de 5% pela primeira vez desde 2007.

O chair do Fed deve analisar tudo isso enquanto caminha por uma linha tênue entre parecer muito confiante ou muito cético, sendo que uma inclinação muito grande em qualquer direção tem o potencial de balançar os mercados financeiros – e as condições financeiras gerais em seu rastro – em direções indesejadas.

A aparição de Powell ocorre menos de 48 horas antes do início do tradicional período de silêncio que antecede a reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) de 31 de outubro a 1º de novembro, que define os juros.

Embora algumas outras autoridades do Fed tenham aparições públicas previstas para essa quinta e na sexta-feira, antes do início do período de silêncio no sábado, são os comentários de Powell que darão o tom das expectativas para a reunião, e os mercados financeiros ficarão atentos a cada palavra.

Projeções

“Acreditamos que o presidente do Fed manterá a mensagem transmitida pelo vice-chair (Philip) Jefferson de que os dados estão chegando mais fortes do que o esperado, mas também houve um grande movimento nos rendimentos, o que restringiu as condições financeiras, portanto, não há urgência para uma resposta em novembro e o Fed pode adotar uma abordagem de esperar para ver”, escreveu o vice-presidente da Evercore ISI, Krishna Guha.

Se o Fed deixar os juros inalterados em duas semanas, como agora é amplamente esperado, isso marcará a primeira reunião consecutiva sem aumento de juros desde que o Fed deu início à sua campanha de aperto em março de 2022.

Uma pesquisa da Reuters com mais de 100 economistas, publicada na quarta-feira, mostrou que mais de 80% não esperam nenhum aumento nos juros na próxima reunião, e a maioria também acredita que o Fed já tenha terminado seu ciclo de aperto, embora a maioria das autoridades em sua reunião de setembro tenha projetado que provavelmente seria necessário mais um aumento de 0,25 ponto percentual.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.