O país está em crise e o mercado imobiliário sofre fortes impactos da economia. Como reagir neste momento? É melhor comprar, alugar ou investir em um imóvel? As dúvidas são muitas, mas é fundamental ter calma e analisar bem a situação.

Você já pensou sobre o que move os preços dos imóveis? Em última análise é uma equação entre oferta e demanda. Quanto mais demanda com oferta constante houver, maiores os preços que devemos esperar de um bem. E esse era o cenário de algum tempo atrás, mas isso mudou.

Hoje o mercado se mostra com grande oferta e demanda retraída. Além disso, o cenário é de estoques elevados nas incorporadoras, em um mercado cheio de cancelamento de contratos.

Dê uma olhada nesta figura:

Chegou a hora de comprar um imóvel?

Na medida em que a crise se resolva – e de uma forma ou de outra isso vai acontecer – as pessoas voltarão a ter mais confiança em seus empregos e negócios, e a demanda represada irá buscar os imóveis.

Mas e hoje? Como aproveitar essa redução de demanda para fazer bons negócios?

Para que você avalie melhor este cenário e tome decisões mais embasadas, nós, do Criando Riqueza, o canal de finanças pessoais da Empiricus e parceiro de conteúdo do Dinheirama, preparamos para você um relatório exclusivo e gratuito, com estes assuntos:

  • O cenário atual.
  • A oferta de imóveis.
  • Até quando isso irá durar?
  • Compro ou não compro para moradia?
  • E para investir?
  • Vale à pena alugar ao invés de comprar?
  • E se eu não tenho dinheiro?

Enfim, um material rico em informações relevantes para você tomar uma melhor decisão sobre este tema. Para acessar o relatório, basta clicar aqui e você será direcionado para uma página do Criando Riqueza com as instruções.

Boa leitura e até a próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto “looking at house”, Shutterstock.

Criando Riqueza
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários