Home Economia e Política China alerta militares sobre incidente com aeronave da Austrália

China alerta militares sobre incidente com aeronave da Austrália

"A aeronave militar australiana voou perto do espaço aéreo da China de forma ameaçadora"

por Reuters
0 comentário

A China disse nesta terça-feira que seus militares tomaram medidas para avisar e alertar uma aeronave australiana depois que a Austrália culpou um caça chinês por colocar em risco um de seus helicópteros militares durante um confronto “inseguro” no Mar Amarelo.

O incidente pode criar uma nova rusga entre as nações que estão tentando reconstruir os laços após turbulência em 2020, quando Camberra pediu uma investigação independente sobre as origens da Covid-19, e Pequim respondeu com barreiras comerciais.

O ministro da Defesa da Austrália, Richard Marles, disse que o jato J-10 da Força Aérea chinesa lançou sinalizadores acima e várias centenas de metros à frente de um helicóptero australiano MH60R Seahawk em um voo de rotina no sábado.

Ninguém ficou ferido no incidente, que aconteceu durante uma operação para verificação de sanções contra a Coreia do Norte.

O primeiro-ministro Anthony Albanese disse que era “inaceitável” que o pessoal de defesa australiano fosse colocado em risco no espaço aéreo internacional.

Nesta terça-feira, um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China disse que a aeronave australiana voou deliberadamente perto do espaço aéreo da China em um “movimento provocativo” que colocou em risco a segurança aérea marítima.

“A aeronave militar australiana voou perto do espaço aéreo da China de forma ameaçadora”, afirmou o porta-voz, Lin Jian, em uma entrevista coletiva.

China
(Imagem: freepik/@ evening_tao)

“Os militares chineses tomaram as medidas necessárias no local para avisar e alertar o lado australiano”, disse ele, acrescentando que a situação foi tratada de maneira consistente com a lei e os regulamentos da China, e foi profissional e segura.

“A China apresentou sérios protestos contra o lado australiano por suas ações arriscadas”, disse Lin. “Pedimos ao lado australiano que pare imediatamente com as provocações e se esforce para evitar mal-entendidos e erros de cálculo.”

A China também foi acusada de comportamento inseguro nos céus por outros países, incluindo o Canadá e os Estados Unidos.

A Austrália também acusou anteriormente a China de ações “inseguras e não profissionais” no mar.

Em Sydney, Albanese disse ao programa Today Show, da emissora Nine, que o pessoal da Força de Defesa Australiana estava “em águas internacionais, espaço aéreo internacional”, enquanto trabalhava para garantir que as sanções impostas pela ONU à Coreia do Norte fossem cumpridas.

“Eles não deveriam ter corrido nenhum risco”, declarou ele, acrescentando que a população australiana esperava uma explicação da China sobre o incidente, e a Austrália havia feito “representações muito fortes em todos os níveis para a China”.

O primeiro-ministro chinês, Li Qiang, deve visitar a Austrália no próximo mês, disse ele, acrescentando: “Deixaremos nossa posição clara também nas discussões”.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.