O Banco Central da China cortou a taxa de juros em meio ponto percentual e reduziu o compulsório dos bancos, também em meio ponto percentual. A decisão surge em meio a grandes turbulências no mercado do país com consequências na economia do mundo todo.

No pregão dessa terça feira o índice Xangai Composto recuou 7,6%, um dia antes o índice já havia baixado 8,5%.

Com o anúncio do pacote de estímulos na China as bolsas no mundo passaram a recuperar os resultados negativos do dia anterior. No Brasil o Ibovespa opera em alta e o dólar recua, mostrando que as preocupações com a China, ao menos momentaneamente, diminuíram.

Já o mercado interno, contínua a preocupar. Hoje foi divulgado a Pnad (Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio) Contínua, que revelou aumento na taxa de desemprego para 8,3% no segundo trimestre de 2015, no primeiro trimestre o número era de 7,9%. O número registrou o maior desemprego desde que a série histórica foi iniciada em 2012.

Ainda hoje, o TSE voltará a avaliar ação contra coligação que reelegeu a Presidente Dilma.

Calma e serenidade para vencer a crise no Brasil

As crises são cíclicas, o investidor com maior experiência sabe que por mais graves que sejam, sempre apresentarão desafios e oportunidades. Por aqui as oportunidades de avançarmos e tornarmos o país mais competitivo, com instituições presentes e que de fato contribuam para que a corrupção e o descaso político sejam eliminados deve ser aproveitado.

O investidor também sabe, que o período de juros altos na economia significa a chance de ótimas rentabilidades nos produtos de renda fixa, como o Tesouro Direto. Por aqui, nós já escrevemos muito sobre o assunto, e certamente você não deixará passar essa oportunidade.

Para quem tem perfil e olho no médio e longo prazo, conhecer um pouco mais do mercado de ações também pode ser algo, bem interessante. Temos ações de boas empresas que por conta da crise se desvalorizaram, mas que com a recuperação da economia poderão trazer ótimos resultados. Aprenda mais sobre a bolsa (Clique aqui).

Nas próximas semanas poderemos viver grande volatilidade, a crise internacional certamente terá novos capítulos, e por aqui, a crise política poderá tornar mais complicada a condução da economia. Manter os pés no chão e a calma serão as melhores armas dos investidores.

Até a próxima!

Foto: Flag of China. Downtrend stock diagram, Shutterstock.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários