Home Empresas China retoma aprovação de IPOs após três meses

China retoma aprovação de IPOs após três meses

O total de fundos captados por meio de IPOs na China continental caiu quase 90% em relação ao ano anterior, para US$ 2,6 bilhões

por Reuters
0 comentário

As bolsas de valores chinesas irão retomar a revisão das ofertas de ações de empresas (IPOs) na próxima semana, abrindo caminho para elas emitirem ações. A retomada acontece três meses após uma suspensão para que os reguladores estabelecessem critérios mais rigorosos para as listagens de empresas.

As bolsas de Shenzhen e Xangai anunciaram em comunicados separados na sexta-feira que considerariam dois pedidos de financiamento na próxima semana, uma semana após as bolsas terem publicado regras mais rígidas para listagem de ações e para revisão de ofertas de ações.

A Bolsa de Valores de Shenzhen disse que realizará uma reunião no dia 16 de maio para analisar um pedido de listagem da fabricante de produtos de construção MarcoPolo Holdings Ltd.

Em comunicado feito separadamente, a Bolsa de Valores de Xangai informou que examinará na quinta-feira um pedido de refinanciamento da Shanghai Baolong Automotive Technology Co.

China Mercados
(Imagem: freepik/@ tirachardz)

Fiscalização dos IPOs

No início de fevereiro, as bolsas chinesas suspenderam a verificação dos pedidos de listagem. Na época, o regulador de valores mobiliários do país reforçou a fiscalização sobre as ofertas públicas iniciais (IPOs) para melhorar a qualidade das empresas cotadas e reavivar a confiança dos investidores.

O total de fundos captados por meio de IPOs na China continental caiu quase 90% em relação ao ano anterior, para US$ 2,6 bilhões nos primeiros quatro meses do ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, o valor mais baixo desde 2013, segundo dados do LSEG.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.