Home Empresas Coca-Cola supera expectativas com demanda e preços mais altos e contrasta com Pepsi

Coca-Cola supera expectativas com demanda e preços mais altos e contrasta com Pepsi

A receita líquida da empresa aumentou 7,4%, chegando a 10,95 bilhões de dólares, superando as expectativas de 10,68 bilhões de dólares

por Reuters
0 comentário
Coca-Cola 2

A Coca-Cola (COKE; COCA34) superou as expectativas de Wall Street para suas receitas do quarto trimestre em resultados divulgados nesta terça-feira, ao se beneficiar dos preços mais altos dos produtos e da demanda crescente por seus sucos, bebidas energéticas e refrigerantes.

Apesar de a empresa ter aumentado os preços nos últimos trimestres, os consumidores que jantam fora e desfrutam de experiências como filmes e esportes têm estado dispostos a desembolsar mais dinheiro por suas bebidas e snacks favoritos.

O resultado reportado contrasta com o da rival PepsiCo, que na semana passada registrou um declínio nas vendas pela primeira vez em 14 trimestres, com os aumentos nos preços ocasionando uma queda de 4% nos volumes.

Mas para a Coca-Cola os volumes unitários aumentaram 2% e os preços médios de venda aumentaram 9% no quarto trimestre. Ainda assim, a fabricante da Sprite prevê um crescimento fraco nas receitas orgânicas devido às preocupações de que os benefícios dos aumentos nos preços começarão em breve a cair.

Veja o resultado:

A empresa espera que a receita orgânica no ano fiscal de 2024 cresça entre 6% e 7%, em comparação com o aumento de 12% observado em 2023.

“Na América do Norte e na Europa, embora a inflação esteja moderada, o impacto cumulativo da inflação está pressionando certos segmentos de consumidores que procuram valor”, disse o CEO James Quincey em teleconferência pós-resultados.

Ainda assim, o analista da Wedbush, Gerald Pascarelli, disse que a previsão de receita orgânica é melhor do que a esperada pelo mercado e “muito forte” em comparação com a PepsiCo, que previu um aumento de 4% na receita orgânica.

A Coca-Cola vê um crescimento do lucro anual ajustado entre 4% e 5%, em comparação com a estimativa da LSEG, que é de alta de 4,5%.

A receita líquida da empresa aumentou 7,4%, chegando a 10,95 bilhões de dólares, superando as expectativas de 10,68 bilhões de dólares, enquanto o lucro ajustado de 49 centavos ficou em linha com as estimativas.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.