Você já pegou seu extrato do fundo de investimentos e viu que os valores não estavam exatamente da forma como você imaginava? Foi buscar a informação do que estava acontecendo e descobriu que o “desconto” aconteceu por conta do “come cotas”?

No caso dos investimentos em fundos, o imposto é retido na fonte no momento do resgate, seja ele parcial ou total. No entanto, quando o fundo é de renda fixa ou multimercado o imposto também é retido em outros dois momentos: sempre no último dia útil de maio e de novembro.

A cobrança semestral de imposto sobre os rendimentos dos fundos referenciados, de renda fixa e multimercado é realizada a título de antecipação* e a alíquota é de 15% – ou 20% para os fundos de renda fixa de curto prazo, ou seja, quando a carteira do fundo é composta por títulos com vencimentos inferiores a um ano.

Esse sistema é conhecido no mercado como come-cotas.

A desvantagem desse mecanismo é que o potencial dos juros compostos (do ganho sobre os ganhos) fica comprometido e, consequentemente, a rentabilidade ao fim do prazo da aplicação é menor, quando comparada a um produto de características semelhantes, mas sem o come-cotas.

Sobre os rendimentos e ganhos de capital em fundos de ações e planos de previdência privada não incide come-cotas, pois são produtos para o investimento de longo prazo.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários