Home Agronegócio Comércio de café do Vietnã desacelera após feriados

Comércio de café do Vietnã desacelera após feriados

"A demanda de compradores internacionais não é alta, os compradores agora são principalmente torrefadores locais", disse um trader do cinturão do café

por Reuters
3 min leitura

Os principais mercados asiáticos de café tiveram pouca atividade em meio à baixa demanda por grãos robusta vietnamitas nesta semana, disseram traders na quinta-feira, enquanto os prêmios indonésios permaneceram inalterados devido aos estoques limitados.

Os agricultores das terras altas centrais, a maior área de cultivo de café do Vietnã, estavam vendendo os grãos por 67.000-67.900 dongs (2,75-2,79 dólares) por kg, um pouco abaixo dos valores da semana passada de 67.000-68.500 dongs.

“A demanda de compradores internacionais não é alta, os compradores agora são principalmente torrefadores locais”, disse um trader do cinturão do café.

“Os agricultores estão liberando os grãos aos poucos, não em grandes quantidades. Eles só vendem os grãos quando precisam de dinheiro”, acrescentou o comerciante.

Os traders tinham ofertas de café do Vietnã com um prêmio de 70 a 100 dólares por tonelada ante o contrato de março de Londres, em comparação com os prêmios de 20 a 40 dólares da semana passada.

Estima-se que as exportações de café do Vietnã tenham caído 9,6% em 2023 em relação ao ano anterior, para 1,6 milhão de toneladas, segundo dados do governo, embora a receita de exportação tenha aumentado 3,1%, para 4,2 bilhões de dólares.

Na província de Lampung, na Indonésia, o café tinha prêmio de cerca de 600 dólares para os contratos de fevereiro a março, semelhante aos valores oferecidos ante os contratos janeiro a fevereiro na semana passada, disse um trader.

“Praticamente não há mais grãos, portanto o prêmio ainda não está caindo”, disse o trader.

A colheita do café robusta na região sul de Sumatra normalmente começa gradualmente por volta de março e abril.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.