Como ganhar até seis vezes mais com a mesma segurança da poupançaA forma mais garantida de enriquecer de verdade é aprender a multiplicar o dinheiro que você tem. Neste artigo, eu quero lhe mostrar – na ponta do lápis – quanto o investidor pode conseguir de rentabilidade diferenciada investindo em aplicações mais dinâmicas, ao invés de ficar somente nas aplicações mais triviais, como a caderneta de poupança. Também abordo a questão com mais profundidade em meu novo livro “Investimentos à Prova de Crise” (Leya).

Sem abrir mão de segurança (porque dinheiro do salário não foi feito para correr riscos!), você verá que é possível e altamente compensador buscar por um ganho diferenciado nos seus investimentos. Além disso, terá a chance de participar de uma promoção exclusiva que sorteará livros e prêmios. Leia, aprenda a investir melhor e garanta sua participação!

Rentabilidade diferenciada com segurança elevada
A caderneta de poupança paga hoje, em média, cerca de 0,60% de rentabilidade nominal todo mês. Como a poupança não cobra IR (Imposto de Renda) ou qualquer outra taxa, podemos dizer que estes 0,60% são rentabilidade líquida, quer dizer, dinheiro no bolso. Mas, como a inflação leva cerca de 0,50% do poder de compra do dinheiro todos os meses, restam portanto apenas 0,10% (= 0,60% – O,50%) de rentabilidade real para a caderneta por mês. Isso é o que na realidade o aplicador da caderneta terá ganho, isto é o quanto ele terá enriquecido de fato durante um mês de aplicação.

Já uma aplicação mais dinâmica, como um título do Tesouro Direto (LFTs, LTNs e NTNs), um bom fundo de investimento, um plano de previdência moderado, ou ainda um CDB bem negociado (neste caso, para quantias mais elevadas), pode pagar algo próximo de 1% ao mês, mas descontando-se algumas pequenas taxas cobradas, o IR e a inflação, ficamos com 0,30% de rentabilidade real líquida ao mês. Ainda parece pouco, mas já é três vezes mais que a poupança.

No entanto, ao aplicar em ações de boas empresas brasileiras, em fundos dinâmicos de investimentos ou em planos de previdência arrojados, no longo prazo o investidor poderá ganhar – em média – algo como 1,30%. Só que, abatendo-se taxas, IR e inflação, a rentabilidade líquida real ficará em 0,60%. Pode não parecer tanto, mas isso já equivale a seis vezes a rentabilidade real da poupança.

Agora, qualquer uma destas taxas de rentabilidade real podem lhe parecer muito pequenas porque estão aí colocadas apenas numa base mensal. Mas o bom investidor não pode limitar sua visão de ganhos às taxas mensais. Quem investe para acumular boas reservas financeiras, com o objetivo de poder realizar seus principais sonhos de compra e consumo, sabe que não adianta aplicar seu dinheiro por um único mês ou alguns poucos meses.

Aí entra em ação o surpreendente conceito da rentabilidade líquida real acumulada nos investimentos ao longo do tempo. Rentabilidade líquida = sem taxas de impostos; real = acima da inflação; e também acumulada = contando com a força dos juros sobre juros acumulados ao longo do tempo para fazer seu dinheiro crescer de verdade, os juros compostos.

Rentabilidade líquida real acumulada: um exemplo prático
Veja este exemplo: se você investir R$ 200,00 por mês na caderneta de poupança, durante cinco anos, ao final do período terá o equivalente a R$ 12,4 mil corrigidos monetariamente para valores da época (ou seja, seriam R$ 12,4 mil em valores de hoje, mas que daqui a cinco anos estarão devidamente corrigidos para a inflação, para resguardar o verdadeiro poder de compra do dinheiro aplicado).

Juntar este dinheiro terá custado ao aplicador o total de R$ 12 mil (60 meses X R$ 200,00 por mês) e ele(a) terá ganho em termos líquidos (descontadas taxas e IR) e reais (menos a inflação) a quantia de R$ 400,00. Não é ruim, mas poderia ser bem melhor.

O mesmo sacrifício poupador mensal, se investido em uma aplicação mais dinâmica (títulos do Tesouro Direto, bons fundos de investimento, planos de previdência moderados ou ainda um CDB bem negociado), resultará em R$ 13,2 mil. Isso corresponde a R$ 1.200,00 de ganho líquido e real (já descontadas taxas e já reposto desgaste da inflação), o que equivale a 3X a rentabilidade da poupança – com exatamente a mesma segurança e sem ter de colocar um tostão a mais do próprio bolso, em termos de esforço poupador e investidor!

Poderia ser ainda melhor: se a mensalidade for destinada a uma aplicação superdinâmica (ações de boas empresas brasileiras, fundos de investimentos ou planos de previdência arrojados), o total acumulado poderia ser de R$ 14,5 mil (um valor projetado), ou seja, R$ 2,5 mil de ganho líquido real, o que equivale a mais de 6X a rentabilidade obtida na poupança. E o melhor: essa performance seria atingida com segurança equiparável à da caderneta, já que estamos falando de aplicações com lastro somente em ações de primeiríssima linha!

Rentabilidade líquida real acumulada no longo prazo
Para quem puder/quiser esperar, é no longo prazo que a rentabilidade líquida real acumulada mostra sua plena força. Imagine alguém que deseje acumular um bom pé-de-meia para sua aposentadoria. Então, quando começa a trabalhar aos 20 anos, este investidor começa a aplicar R$ 200,00 todos os meses na caderneta de poupança. Quando se aposentar aos 65 anos, terá acumulado R$ 143 mil, corrigidos para valores da época.

Mas se optar por aplicações mais dinâmicas, com o mesmo esforço investidor mensal de R$ 200,00 esta reserva pode chegar R$ 270 mil, ou quase o dobro da poupança. Ou seja, o dobro do patrimônio acumulado, não apenas da rentabilidade!

Agora, veja isso: se destinado a aplicações superdinâmicas, este dinheiro pode chegar a R$ 860 mil atualizados para valores da época, ou seja, seis vezes mais do que a poupança (no total do patrimônio acumulado, não apenas na rentabilidade obtida!) com a enorme segurança de investir com lastro em ações blue chips, valendo-se somente das ações mais nobres e cobiçadas do mercado brasileiro.

Já imaginou ter um patrimônio acumulado seis vezes maior, sem correr riscos desnecessários, só porque você escolheu uma aplicação mais dinâmica para seu dinheiro, já que o objetivo era investi-lo a longo prazo? Imperdível! Por isso compensa tanto aprender a ganhar uma rentabilidade diferencial nos investimentos mais dinâmicos e superdinâmicos! Sem abrir mão de praticidade e segurança, o aplicador pode incrementar (e muito!) seus ganhos líquidos reais.

O maior diferencial do livro “Investimentos à Prova de Crise” é que, além de explicar os detalhes que verdadeiramente interessam sobre as principais aplicações financeiras dinâmicas, apresentamos o passo a passo completo de como fazer para aplicar na prática e colher todo o seu potencial enriquecedor! Trata-se de um livro realmente prático, para que você possa começar a investir à medida que vai virando as páginas. Então, boa leitura, bons investimentos… e excelentes ganhos! Sua prosperidade financeira agradece.

PROMOÇÃO EXCLUSIVA
Agora queremos presentear você, leitor do Dinheirama, com um de nossos livros. Os autores dos três melhores depoimentos sobre educação financeira (e como ela transformou sua vida) publicados no espaço de comentários abaixo levarão para casa um exemplar do livro “12 Meses Para Enriquecer” (Leya). A escolha será feita pelos editores deste site.

Mais chances de ganhar!
Você ainda pode aumentar suas chances de ganhar utilizando o Twitter. O Dinheirama sorteará dois exemplares de “12 Meses para Enriquecer” para os seguidores do @Dinheirama e @marcossilvestre que publicarem a mensagem abaixo:

#PROMO Sorteio do livro “12 Meses para Enriquecer”? Como? http://migre.me/6iACF – Siga @Dinheirama e @marcossilvestre e dê RT!

Mais chances ainda de ganhar!
Que tal concorrer a R$ 500,00 em vale-compras e ganhar 20 livros? Acesse a página oficial do “Plano da Virada” e deixe um depoimento no espaço ao lado, dizendo como os ensinamentos dos nossos livros ajudaram você a transformar a forma como se relaciona com o dinheiro. Clique aqui e veja como participar.

Resultados da promoção!
Os vencedores foram:

  • No Twitter: @msribeir e @babiladeia;
  • Nos comentários deste texto: Renato C, CLAUDIA e Fulgêncio Bomtempo.

Parabéns aos vencedores. Faremos contato via Twitter e e-mail para acertarmos o envio dos livros. Até a próxima!

Foto de sxc.hu.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários