Home Finanças Pessoais Como ganhar dinheiro rápido? Dicas reais e alertas

Como ganhar dinheiro rápido? Dicas reais e alertas

Uma oportunidade de receber um bom salário e viver bem é o que procura grande parte dos brasileiros

por Blog do Serasa
0 comentário

Uma oportunidade de receber um bom salário e viver bem é o que procura grande parte dos brasileiros. Para chegar até essa remuneração tão esperada, no entanto, o caminho costuma ser árduo e longo. Mas será que dá para chegar a essa boa quantia e ainda ganhar dinheiro rápido?

Neste texto, vamos desmistificar ideias sobre ganhar dinheiro de forma rápida, destacando tanto oportunidades legítimas quanto mostrando quando é preciso ligar o alerta para possíveis esquemas fraudulentos. Separamos, ainda, dicas para garantir a saúde financeira boa também em longo prazo. Confira abaixo.

Como é calculado o preço de serviço ou bem?

A remuneração de um serviço vai variar muito de acordo com a quantidade de pessoas e empresas que estão buscando por ele. É a chamada lei da oferta e procura.

Isso vale tanto para um determinado produto ou bem, como uma casa, por exemplo, quanto para um serviço, que pode ser o serviço de pedreiro ou arquiteto neste caso.

Nesses dois exemplos (do produto ou do serviço), um fator determinante é saber: quantas pessoas estão procurando por uma casa? E quantas precisam do serviço do pedreiro ou do arquiteto? Nessa conta também entra mais um dado: quantos pedreiros e arquitetos estão disponíveis para contratação? Ou, quantas casas prontas já existem na região que a pessoa quer? Se forem muitos, certamente o consumidor vai poder negociar mais e pagar menos.

Dá para ganhar dinheiro rápido?

Como a maior parte das perguntas da vida, a resposta é: depende. Uma das variantes é a que citamos acima, da demanda pelo que a pessoa está vendendo. Então, se poucas pessoas estão ofertando seu serviço, provavelmente é possível ganhar dinheiro mais rápido com ele.

Seguindo essa lógica, uma boa dica é procurar por serviços que estejam em alta e que ainda não tenham muitos profissionais se dedicando a ele. Eles podem funcionar como uma renda extra, ou dependendo do retorno que a pessoa encontrar, até mesmo um trabalho mais fixo.

  • Veja essas sugestões:
  • ●      Se tornar parceiro de algum programa de afiliados, como o Amazon Associados.
  • ●     Fazer pesquisas remuneradas online ou presenciais.
  • ●     Vender através de plataformas como a Hotmart.
  • ●      Colocar em prática os dons culinários para fazer e vender marmitas ou doces gourmet.
  • ●      Já se a aptidão for artística, vale fazer e vender artesanatos.
  • ●      Se cadastrar para serviços como transcrição de áudios.
  • ●      Dar consultorias, aulas presenciais ou online, ou workshops em assuntos que você já domina, como um outro idioma, por exemplo.
  • ●      Fazer um bazar em casa com roupas e itens que quer desapegar.
  • ●     Ainda na linha de desapegos, é possível anunciar seus itens de segunda mão em sites como o Enjoei.

Alerta de golpe

Apesar de todas essas ideias, ainda podem surgir ofertas de onde você não esperava, como em mensagens enviadas por e-mail ou aplicativos como WhatsApp. Aqui, se a oferta for muito exagerada, contudo, vale desconfiar. Cada dia mais tipos de golpes estão sendo criados e colocados em prática, por isso é importante verificar todos os detalhes de uma oferta de dinheiro rápido, ou adquirido de forma ‘fácil’.

  • Se receber esse tipo de contato, é preciso estar atento aos detalhes para não cair em golpes. Algumas ações a tomar são:
  • ●     Pedir todas as informações do serviço, como nome da empresa, site, endereço físico etc.
  • ●     Pesquisar a empresa por trás da oferta em sites como o Reclame Aqui ou outros portais que tenham avaliação de clientes e funcionários, por exemplo.
  • ●     Não clicar em links externos antes de conferir todas as informações.
  • ●     Observar a forma de escrita, ou de fala em áudios e vídeos, se há erros gramaticais ou imagens destorcidas, por exemplo, pode ser um sinal de alerta.
  • ●     Não ceder informações e dados seus, a não ser os que forem necessários para receber o pagamento, por exemplo.
  • ●     Jamais aceitar fazer transferências como condição para fazer um serviço.

Dicas realistas para melhorar a situação financeira

Mas melhorar a saúde financeira não é apenas conseguir renda extra e rápida. Para isso, é preciso pensar nessa melhoria de forma sustentável e em longo prazo. É aí que ter uma reserva de emergência se torna primordial.

Seja com dinheiro em uma conta bancária separada, em uma poupança, ou em aplicações em algum tipo de investimento, ter um valor guardado é o que vai garantir a tranquilidade em momentos de instabilidade. É importante, também, que o dinheiro esteja de fácil acesso e possa ser resgatado no caso de uma necessidade de última hora.

  • Além da poupança, outras dicas são:
  • ●     Gerenciar seus próprios fluxos de dinheiro, aprendendo a planejar e registrar as despesas de casa ou do negócio em planilhas ou aplicativos.
  • ●     Estar atento para manter um orçamento onde a renda seja maior, ou pelo menos igual, à despesa.
  • ●     Entender a diferença entre consumo e consumismo também pode ser a chave para ter gastos mais conscientes e menos impulsivos.
  • ●     Planejar e manter poupanças para emergências ou para projetos de longo prazo.
  • ●     Procurar aprender mais sobre educação financeira, incluindo sobre produtos de crédito ou financiamentos em cursos online, por exemplo.
  • ●     Acima de tudo, é importante enfrentar as dificuldades financeiras logo no início delas. Quanto antes procurar alternativas e olhar de frente para um desafio a ser enfrentado, melhor.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.