Home Agronegócio Conab corta projeções para safra de soja e milho do Brasil

Conab corta projeções para safra de soja e milho do Brasil

A Conab também cortou suas previsões para a primeira e segunda safras de milho. A produção total do cereal foi vista em 113,7 milhões de toneladas, ante 117,6 milhões na previsão anterior

por Reuters
0 comentário
Colheita Grãos

As previsões para as safras de soja e milho 2023/24 do Brasil foram reduzidas nesta quinta-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em seu novo levantamento, que citou prejuízos do comportamento climático às principais regiões produtoras do país.

A produção de soja foi estimada em 149,4 milhões de toneladas, contra 155,27 milhões de toneladas previstas em janeiro. O volume projetado representa queda de 3,4% ante o ciclo 2022/23.

A Conab também cortou suas previsões para a primeira e segunda safras de milho. A produção total do cereal foi vista em 113,7 milhões de toneladas, ante 117,6 milhões na previsão anterior.

“O comportamento climático nas principais regiões produtoras, sobretudo para soja e milho primeira safra, vem afetando negativamente as lavouras, desde o plantio. O atraso no plantio da soja possivelmente impactará no plantio da segunda safra de milho”, disse a Conab, em comunicado.

A colheita total de grãos na safra 2023/24 deve chegar a 299,8 milhões de toneladas, disse a Conab, abaixo das 306,4 milhões estimadas em janeiro e com uma queda de 6,3% frente ao volume obtido na safra passada.

Já para o algodão, o órgão estimou um recorde para a produção da pluma, chegando a 3,3 milhões de toneladas, acima dos 3,1 milhões previstos em janeiro.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.