Home Economia e Política Confiança do consumidor alemão cai em julho, aponta GfK

Confiança do consumidor alemão cai em julho, aponta GfK

"Isso também significa que o governo deve comunicar de forma rápida e clara os ônus e os benefícios que as pessoas enfrentarão como resultado das próximas discussões orçamentárias", acrescentou Buerkl.

por Reuters
0 comentário

A confiança do consumidor alemão deverá cair ligeiramente em julho, pondo fim a uma série de quatro meses de aumentos, já que as famílias que se sentem inseguras devido aos preços mais altos e a uma economia que caminha lentamente para a recuperação optam por guardar seu dinheiro, mostrou uma pesquisa na quarta-feira.

O índice de sentimento do consumidor, publicado em conjunto pela GfK e pelo Instituto de Decisões de Mercado de Nuremberg (NIM), caiu inesperadamente para -21,8 em julho, em comparação com um valor ligeiramente revisado de -21,0 em junho.

Os analistas consultados pela Reuters esperavam um aumento, para -18,9.

O índice se junta a outros indicadores que apontam para um caminho acidentado à frente para a maior economia da Europa, depois que o índice de clima de negócios do Ifo e o PMI composto do HCOB também caíram inesperadamente este mês.

“A interrupção da recente tendência de alta no sentimento do consumidor mostra que o caminho para sair do consumo lento será difícil e sempre pode haver contratempos”, disse o analista de consumo do NIM, Rolf Buerkl.

As expectativas econômicas e de renda caíram moderadamente, enquanto a disposição de comprar estagnou em um nível baixo e a disposição de poupar, já em um nível alto, cresceu ligeiramente.

“A taxa de inflação ligeiramente mais alta na Alemanha em maio está claramente causando mais incerteza entre os consumidores novamente, o que também se reflete no aumento da disposição de poupar”, disse Buerkl. A inflação subiu para 2,8% em maio devido ao aumento dos preços dos serviços.

A recuperação sustentada só ocorrerá quando os consumidores tiverem segurança de planejamento, que voltará se a pressão de alta sobre os preços for atenuada, e perspectivas futuras claras, disse ele.

“Isso também significa que o governo deve comunicar de forma rápida e clara os ônus e os benefícios que as pessoas enfrentarão como resultado das próximas discussões orçamentárias”, acrescentou Buerkl.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.