O mais importante em termos de investimentos para 2015 é que a renda fixa voltou a ser a vedete dos investidores. Com um cenário turbulento adiante, a busca por boa rentabilidade e segurança passa a ser a atitude mais comum entre os que pretendem aproveitar os juros altos.

Ao levarmos em consideração o curto e médio prazo e olharmos com cuidado a economia do país, as incertezas só tendem a aumentar, o que torna a busca por produtos conservadores a decisão correta.

Entre os produtos mais buscados, ganham destaque as Letras de Crédito, especialmente a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e a LCI (Letras de Crédito Imobiliário).

Você sabe o que são Letras de Crédito?

A LCI e a LCA são títulos privados de renda fixa lastreados em crédito do mercado imobiliário e do mercado de agronegócio, respectivamente. Produtos com lastro são produtos com garantias. No caso da LCI, a garantia é física (os próprios imóveis). Já a LCA a garantia está ligada aos ativos do agronegócio, como máquinas e commodities.

Você sabe o que é Tesouro Direto?

O Tesouro Direto certamente conseguiu ocupar um espaço privilegiado no interesse do investidor. Mesmo a dificuldade no entendimento de certos termos não foi empecilho para que o número de interessados no produto alcançasse números importantes e crescesse ao longo de 2014.

Com o Tesouro Direto, os investidores podem comprar títulos públicos federais que são ativos de renda fixa cujo objetivo é viabilizar a captação de recursos para: a) financiar o déficit orçamentário; b) refinanciar a dívida pública; e c) realizar operações para fins específicos, definidos em lei.

Invista em LCI, LCA e Tesouro Direto

Se você busca uma opção inteligente para investir em LCI, LCA ou Tesouro Direto fique atento às oportunidades que a Órama, parceira de conteúdo do Dinheirama, preparou especialmente para você.

Letras de Crédito

Se você procura isenção de Imposto de Renda e de quebra contar com a segurança do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) para até R$ 250 mil por CPF, sua atenção deve se voltar para as LCIs e LCAs.  O investimento inicial para esse produto é de R$ 5 mil, valor baixo se comparado às ofertas de mercado, para retornos acima de 93% do CDI (rentabilidade líquida).

Gostou da opção? Visite agora a página especialmente criada pela equipe Órama e conheça mais vantagens e características das Letras de Crédito.

Invista em Tesouro Direto

Se o Tesouro Direto já é uma ótima opção de investimento, que tal conhecer uma alternativa que garante comodidade e economia para investir em títulos públicos? Você encontra essa possibilidade investindo no Fundo Órama DI Tesouro Master (clique aqui e saiba mais).

O investimento inicial é de R$ 1 mil e a rentabilidade do Fundo é superior ao retorno auferido pela caderneta de poupança, com liquidez diária.

Ano Novo, hora de pensar nas finanças!

O final do ano é um momento de muita reflexão. Começar o Ano Novo priorizando a realização dos sonhos e investindo com qualidade é fundamental. Descubra que mesmo em períodos de crise existem ótimas oportunidades de investir com segurança e com boas rentabilidades, basta estar atento. Feliz 2015 e ótimos investimentos!

Nota: Esta coluna é mantida pela Órama, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto “Better 2015”, Shutterstock.

Parceiro de Conteúdo
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários