Recebemos diversos e-mails de leitores que estão em situação financeira difícil, e de outros que estão gerando renda, mas estão insatisfeitos com aquilo que ganham por não ser suficiente para manterem uma vida digna.

Todos tem uma coisa em comum: querem aprender a fazer mais dinheiro. Então vou dar uma dica de uma profissão que eu considero a mais versátil entre todas, e que tem a capacidade de fazer você gerar renda rapidamente.

Fique tranquilo que não é nenhum esquema egípcio (pirâmides) e nenhuma “fórmula de sucesso” que só funciona para gerar renda para quem a criou.

Pense comigo: quando você vê um ambulante nos cruzamentos das grandes cidades pendurando balas nos retrovisores dos carros, qual é a profissão dele?

Quanto você atende o telefone e ouve uma oferta para adquirir um pacote mais robusto de internet para a sua residência, qual é a profissão de quem te ligou?

Quanto você entra numa concessionária de veículos e é recebido por uma pessoa bem vestida, com um sorriso no rosto e um aperto de mão firme, qual é a profissão dela?

Sim, em todos os casos eles são vendedores. Ah! É isso então? Sim, simples assim, mas para você compreender o poder desta profissão, precisa enxergar além do senso comum que permeia o pensamento das pessoas.

Ebook gratuito recomendadoFreelancer: Liberdade com muito trabalho e resultados

Aprenda a ser um vendedor e venda qualquer coisa

A beleza por trás de um profissional de vendas, é que uma vez que ele aprendeu a desenvolver as habilidades essenciais para realizar o seu trabalho, o que resta é ele compreender bem o produto que irá vender.

Se eu vendo uma bala, não preciso de muito esforço para entender o produto, mas se eu vendo turbinas eólicas, preciso conhecer bem todo o processo que envolve a geração de energia através dos ventos, para conseguir mostrar para meus clientes que o produto será muito vantajoso para ele.

Dessa forma, para uma pessoa se tornar um vendedor, há dois blocos que conhecimento que precisam ser aprendidos:

  • As habilidades do processo genérico de vendas;
  • Detalhes sobre o produto que será vendido.

Uma vez que você domina as habilidades do processo genérico de vendas, você poderá escolher uma infinidade de produtos para vender, e gerar renda a partir da diferença entre o preço pago e o preço de venda, ou sendo comissionado por vender produtos de terceiros.

Principais habilidades do profissional de vendas

Agora vou apresentar um resumo das principais habilidades de um bom vendedor. Para cada habilidade principal, serão mostradas algumas palavras chave que ajudarão na compreensão:

  1. Comunicação: oratória, escrita, clareza, objetividade, posicionamento e envolvimento.
  2. Disciplina: metas, planejamento, foco, entrega, pontualidade, organização e gestão do tempo.
  3. Investigação: pesquisa, perguntas, interesse, curiosidade, hipóteses e informação.
  4. Criatividade: imaginação, visão ampla, flexibilidade, alternativas, oportunidades e ousadia.
  5. Empatia: confiança, sintonia, ser atraente, se agradável e identificar-se com o cliente.
  6. Networking: cartão de visitas, marketing pessoal, marca pessoal, indicações e geração de valor.
  7. Adaptabilidade: apresentação, aparência, autoconhecimento e inteligência emocional.
  8. Esforço: execução, otimismo, inspiração, energia, motivação, iniciativa e autoconfiança.

Numa outra oportunidade, voltarei a escrever sobre isso, detalhando melhor cada uma das habilidades acima. Hoje quero apenas que você tenha uma ideia (uma boa ideia) das características que você precisa desenvolver para ser um profissional versátil.

Leitura recomendada4 Dicas sobre negociação e vendas que todos devemos praticar

Você não precisa ter todas elas. Aliás, é raro encontrar um vendedor que exiba todas estas habilidades. O importante é você utilizar bem aquelas que já possui; e com o tempo, aprender e praticar as outras.

A escolha do produto a ser vendido

Esta é a parte versátil do profissional de vendas, pois ele poderá escolher trabalhar com diversos produtos e serviços, seja por conta própria ou para terceiros.

Há produtos e serviços que são baratos, não requerem muitas explicações por serem simples, e que são vendidos facilmente. O problema é que as margens de lucro (ou comissões) costumam ser pequenas. Isso exigirá de você muito tempo e energia para vender em grandes quantidades para obter o lucro desejado.

Há produtos e serviços que são caros, requerem muitas explicações por serem complexos, e são mais difíceis de serem vendidos. A vantagem é que as margens de lucro (ou comissões) costumam ser altas. Apesar de exigirem muito conhecimento e paciência durante o processo de vendas, o lucro será elevado.

Estude estes e outros fatores que envolvem os produtos e serviços que você poderá vender e monte sua estratégia de tal forma que você consiga alcançar a renda que você deseja.

Lembre-se, não há mágica. Será necessário muito trabalho, muita persistência e paciência, e mês após mês, ano após ano, a experiência adquirida irá melhorar a sua visão sobre este trabalho, proporcionando novas oportunidades de negociar produtos e serviços cada vez mais rentáveis.

Conclusão

Não esqueça que o principal papel de um vendedor é facilitar a conexão entre um produto ou serviço, com um desejo ou uma necessidade de um possível cliente.

Quanto mais hábil você for ao realizar esta “ponte”, mais sucesso terá, e mais recompensado será, tanto financeiramente como emocionalmente, pois é muito gratificante colher os resultados de um bom trabalho. Um grande abraço e até a próxima!

Leitura recomendada: Revenda produtos, ofereça seus serviços e gere renda rapidamente

Giovanni Coutinho
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários