Home Economia e Política Consumo de etanol no Brasil supera expectativas, gasolina recua

Consumo de etanol no Brasil supera expectativas, gasolina recua

As vendas do biocombustível seguem em ritmo elevado frente 2023 em meio a preços mais competitivos

por Reuters
3 min leitura

A demanda somada de etanol e gasolina deverá atingir 58,6 bilhões de litros em 2024, aumento de 2,4% na comparação com 2023, com o biocombustível mais competitivo sustentando o avanço, projetou a consultoria StoneX, apontando uma revisão positiva na estimativa.

A previsão considera os resultados parciais do ano de vendas de combustíveis do ciclo Otto, de alta de 4,7% no primeiro quadrimestre, os fluxos de veículos novos, além das projeções atualizadas do crescimento econômico.

Em fevereiro, a estimativa era de aumento do consumo desses combustíveis de 1,9%, para 58,3 bilhões de litros.

“Outro fator de destaque é a dinâmica entre os combustíveis leves. A StoneX projeta uma ampliação do ‘share’ de etanol hidratado em 2024 para 25% (contra 24,2% estimado em abril), com a demanda totalizando 20,9 milhões de metros cúbicos (ou bilhões de litros) no ano”, afirmou.

“As vendas do biocombustível seguem em ritmo elevado frente 2023 em meio a preços mais competitivos (do hidratado), especialmente no centro-sul”, acrescentou o relatório.

Para a gasolina C, com mistura de etanol anidro, espera-se que o combustível permaneça com preços menos atrativos nas principais regiões consumidoras ao longo de 2024.

“Dessa forma, a StoneX aprofundou a queda esperada da demanda brasileira para -4,4%, devendo ficar em 44 milhões de metros cúbicos (de gasolina) – contra estimativa inicial de 44,2 milhões de m³”, ponderou, indicando recuo na participação de mercado para o etanol hidratado.

No ano anterior, a gasolina C teve recorde de vendas.

A StoneX também citou um forte crescimento nas vendas de veículos leves em 2024, estimado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) em 12%.

“Novos automóveis aumentam a disponibilidade de veículos a serem utilizados pelas famílias que, quando com maior nível de renda disponível, tendem a consumir mais combustíveis”, afirmou.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.